Viciados em internet sofrem mais de depressão

Pedro.Saude - 20 de setembro de 2016 - 12:28

Viciados em internet sofrem mais de depressão

Estudo com universitários realizado no Canadá tenta agora determinar relação de causa e consequência

(CCM SAÚDE) — Jovens universitários que apresentam dependência do uso de internet sofrem mais de depressão, ansiedade, déficit de atenção e outros distúrbios mentais. A conclusão é de uma pesquisa realizada com estudantes da Universidade McMaster, no Canadá. Além disso, o trabalho também indicou a possibilidade de haver mais viciados em internet do que se imagina.



Ao todo, 254 voluntários participaram do experimento. Eles fizeram dois testes: o Teste em Vício de Internet (IAT, na sigla em inglês) e uma nova medição desenvolvida pelo pesquisador Michael van Ameringen, autor do estudo. Na primeira prova, mais antiga, apenas 33 estudantes tiveram diagnóstico positivo de dependência enquanto 107 foram apontados como portadores do vício com base na métrica mais moderna.

O objetivo da equipe comandada por van Ameringen agora é conseguir descobrir qual a relação de causa e consequência entre os dois fatores. Ou seja, busca-se definir se o vício em internet potencializa a ocorrência de distúrbios mentais ou se quadros depressivos e de ansiedade levam o usuário a desenvolver a dependência.

Detmerinar tal situação é essencial para a forma como se pode tratar o problema, aponta o pesquisador. "Isso terá implicações médicas. Tratar alguém de um vício quando a pessoa está de fato ansiosa ou deprimida é uma decisão errada. É preciso entender isso melhor, com testes maiores, para se chegar a uma conclusão", diz o cientista.

Foto: © Syda Productions - Shutterstock.com
Siga o CCM Saúde no Twitter