Parotidite


Definição

a parotidite é uma inflamação da glândula parótida, a mais volumosa das glândulas salivares. Elas são situadas abaixo e à frente de cada orelha, atrás da parte da mandíbula inferior, e tem como papel a produção de saliva na boca. A parotidite mais comum é pontual e de origem viral, como é o caso na caxumba. Mas ela pode também ser causada por uma infecção bacteriana, e sua evolução pode igualmente ser crônica. Na maior parte do tempo, a parotidite aparece na criança e desaparece rapidamente.

Manifestações

a parotidite se manifesta por uma tumefação em relação a essa glândula, na parte baixa e atrás da bochecha, geralmente logo diante da orelha. Ela é frequentemente responsável por dores vivas sobre a parte inferior da mandíbula, que pode ir até a orelha. O calor no seu nível é aumentado, e uma vermelhidão pode ser visível. A sensação de boca seca e uma leve febre podem acompanhar os sintomas. A mastigação é igualmente geralmente dolorosa. Na maior parte das vezes, o problema afeta as duas glândulas parótidas, mas os sintomas podem aparecer de maneira alternada entre um e outro.

Diagnóstico

a colocação em evidência da parotidite é feita diante dos sinais descritos acima. O diagnóstico da patologia na origem desta inflamação é mais delicada. Diante de um inchaço com sinais de inflamação e de febre, o diagnóstico da parotidite é quase certeiro. Em caso de dúvida no adulto, uma ultrassonografia pode às vezes ser realizada. Se a parotidite afeta apenas um lado, dura anormalmente muito tempo ou evolui com recaídas, o diagnóstico de parotidite crônica é possível, e uma ultrassonografia ajudará no diagnóstico.

Tratamento

diante desses sintomas, é importante consultar rapidamente um médico para evitar toda complicação, e garantir além disso que não se trata de uma patologia mais grave (rara). Não existe tratamento específico de uma parotidite de origem viral (como caxumba), se não for uma tomada de analgésicos para acalmar as dores. Em caso de parotidite de origem bacteriana, o consumo de antibióticos (sobre prescrição) por via oral, associados a cuidados de boca (enxaguante antisséptico) é uma solução eficaz. As parotidites crônicas se tratam igualmente com antibióticos.

Veja também

Publicado por asevere. Última modificação: 16 de dezembro de 2014 às 14:48 por asevere.
Este documento, intitulado 'Parotidite', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Parkinsonismo
Pelada do couro cabeludo