Preciso de ajuda, sobre qual profissional procurar

Dantheman1 Posts 1 Data de inscrição segunda 19 de setembro de 2022 Status Membro Última visita 19 de setembro de 2022 - 19 set 2022 às 14:55

Bom dia, eu tenho 22 anos, tenho um corpo de garota, tenho atração fisíca por homens e mulheres. Bem antes, até meus 21 anos eu me sentia sufocada por algo que eu não sabia o que era. E durante toda a minha adolescência tive que quebrar diversos tabus e preconceitos implantados em mim pela educação que meus pais me deram. Bem, quando eu tinha 14 anos conheci o universo LGBT mais de perto, e aos poucos fui conhecendo e aceitando que aquilo era real. Aos 15 anos me apaixonei por uma menina, entretanto eu já tinha relações sexuais com um amigo bem próximo e eu continuei tendo, ao mesmo tempo que eu me sentia pressionada a fazer, quando o ato estava acontecendo eu gostava, as vezes eu gostava do início e tal, mas em muitas vezes eu só ia gostar quando a relação já estava em andamento. Sempre gostei de falar sobre sexo, eu acho que falar sobre isso é maravilhoso eu gosto pra caramba do assunto e com o tempo eu me aprofundei muito nos assuntos, eu sei fazer muitas coisas e gosto para um caramba de imaginar sobre elas. Aos 10 anos, pasmem se quiserem, eu já imaginava claramente mulheres nuas e um harém para um cara, como eu ainda não sabia exatamente como era um pênis ou uma vagina, eu não conseguia imaginar como um todo as cenas. Bem, aos 17 anos, eu tinha um namorado, eu sentia vontade de transar, mas cara... sei lá, eu gostava de violência e pra mim só era bom se fosse daquele jeito. E as vezes eu ia meio que pq ele queria e a gente morava junto praticamente então eu não dizia não, e aquele esquema eu só ia gostar no meio da relação e as vezes eu queria muito que acabasse rápido, mesmo ele fazendo do jeito que eu gostava. Depois de terminar eu fiquei um tempo sem transar e depois conheci um cara e ele não era bom na coisa, e fazia bem rápido, o que pra mim era bom pq eu realmente não queria fazer aquilo... Apesar de gostar de falar do assunto e as vezes até ensinar minhas amigas a fazerem as coisas... Então, nós terminamos e eu fiquei de boa durante muito tempo, nós eramos amigos, então depois de muito tempo nós voltamos a nos encontrar casualmente e as coisas rolavam com os mesmo sentimento... Então nesse meio tempo ele conheceu uma menina e deu uma afastada e pra mim era super de boa desde que ele usasse camisinha, era melhor se ele tivesse outra garota, desde que eu pudesse saber quem era e se ela era limpa. Eu conheci um cara, e depois de um mês ou dois ele me levou em casa e meio que na pressão eu transei com ele, dessa vez eu não queria mesmo, mas ele ficou insistindo e eu queria que ele fosse embora logo então transei mesmo não querendo. Aí bumm eu transei sem camisinha e engravidei. E olha que eu nunca na minha vida tinha transado com um pessoa que não era meu namorado e nunca tinha tido nenhum vinculo comigo. Na gravidez eu pensava o seguinte "eu respeito os gays, eu gosto de garotas, eu beijo garotas e flerto muito com elas, mas eu não aceito que me filho seja gay". Bem, quando ele nasceu minha cabeça virou de cabeça para baixo, eu o olhei e pensei "cara eu nunca vou rejeitar meu filho, e nunca vou querer que ele pense como eu penso, eu vou mudar pra que eu possa fazer dele um ser humano bom e feliz". Então resolvi quebrar toda a parede que meus pais tinham criado pra mim e cara eu descobri o mundo de verdade e eu embarquei, comecei a assitir conteúdos lgbt e conhecer mais e respeitar mais, então conheci as series Boys love. E cara, eu literalmente me encontrei ali por algum motivo e uma frase foi capaz de quebrar tudo o resto do muro que me prendia, é uma frase obivia, mas eu não a conhecia "o amor não é sobre gênero, o amor não escolhe gênero"... E eu vi uma luz no fim do túnel que despertou algo em mim que eu não consigo identificar. Bem, o caso é que eu não me vejo tendo relações sexuais com homens heterosexuais, eu não consigo me colocar na posição de mulher mais, eu quero e almejo muito algo que chega a doer quando eu penso sobre o fato de que as coisas não são como eu gostaria. Eu gosto de homens, mas não da mesmo forma, eu tenho uma vontade gigantesca de ter relações sexuais mas não da mesma forma. Eu imagino o meu corpo com outras formas, outro órgão sexual. Eu preciso saber se é possível mudar assim já na idade adulta ou se preciso tratar, pq ví que trans sabem que são trans desde criança e apesar de tudo eu só vim pensar sobre isso agora. E se me perguntar se eu tenho algum trauma eu vou dizer que não pq eu realmente não sinto nada em relação as pressões que sofri no passado, não é algo que me dói. Agora eu não ter um corpo como eu queria e não poder ter um cara como eu gostaria, ah isso dói