Falta de testosterona eleva asma em mulheres

Natali Chiconi - 15 de dezembro de 2017 - 09:41
Falta de testosterona eleva asma em mulheres
Pesquisa indica que hormônio masculino bloqueia a ocorrência de inflamações pulmonares

(CCM SAÚDE) — Um estudo feito pelo Centro Médico da Universidade de Vanderbilt, nos Estados Unidos, indica que a ausência de hormônios masculinos (testosterona) em mulheres eleva o risco de terem asma.


Publicada na revista 'Cell Reports', a pesquisa indica que a testosterona impede a expansão de um grupo celular que causa inflamação e produção de secreção nos pulmões, dando origem à asma.

"Essa mudança parece ocorrer por volta da puberdade, sugerindo que hormônios sexuais podem exercer papel importante, modulando a inflamação associada com a asma", diz, em comunicado, Dawn Newcomb, líder da pesquisa.

Feito com células humanas e de ratos, o estudo indica que a testosterona reduz as chances de surgimento da asma. Entretanto, especialistas destacam que esse não é o único fator que pode levar à asma, citando ansiedade, por exemplo, como outro indicativo maior nas mulheres.

Embora o resultado da pesquisa chame atenção para os efeitos da testosterona sobre a asma, a equipe comandada por Newcomb destaca que novos estudos precisam ser feitos para entender melhor a relação entre os hormônios sexuais e a asma. Assim, no futuro poderão ser criadas novas abordagens de tratamento e medicamentos mais eficazes.

Foto: © Jean-Paul CHASSENET - 123RF.com