Estudo: vinho tinto combate bactérias da boca

Natali_CCM - 22 de fevereiro de 2018 - 08:32
Estudo: vinho tinto combate bactérias da boca
Cientistas descobrem que bebida pode eliminar bactérias que geram cáries e danos às gengivas

(CCM SAÚDE) — O vinho já foi comprovado como benéfico para o coração e intestino - se consumido com moderação. Agora, uma pesquisa descobriu que os polifenóis, presentes na uva, combatem bactérias que geram cárie e danos gengivais.


Publicado na revista 'Journal of Agricultural and Food Chems', o estudo espanhol pode ajudar a criar produtos de higiene oral mais eficientes.

Antioxidantes, os polifenóis previnem doenças e o envelhecimento. "Nós estudamos suas propriedades como terapia para prevenção periodontal e cariogênica, bem como a ação combinada entre polifenóis de vinho e cepas probióticas orais na gestão de doenças bucais derivadas de micróbios", diz Victoria Moreno-Arribas, pesquisadora do Instituto de Investigação e Ciências da Alimentação (CIAL), em Madrid, e principal autora do estudo.

Para chegarem a essa conclusão, os pesquisadores analisaram dois polifenóis do vinho tinto em tecidos de gengiva. "Testamos concentrações que, normalmente, são encontradas no vinho, 50 a 100 micrograma por mililitro, e descobrimos que esses dois polifenóis eram, geralmente, melhores em proteção bucal quando comparados às outras amostras, como o extrato de vinho", destaca.

"Nossos dados também mostraram que os metabolitos formados quando a digestão dos polifenóis começa na boca podem ser os responsáveis por alguns desses efeitos protetivos aos dentes", conclui.

Foto: © Africa Studio - Shutterstock.com