Remédio para alergia pode reduzir fertilidade

Pedro Muxfeldt - 13 de março de 2018 - 06:42
Remédio para alergia pode reduzir fertilidade
Estudo argentino aponta que anti-histamínicos alteram a produção de espermatozoides

(CCM SAÚDE) — O uso de anti-histamínicos, classe de medicamentos que combate sintomas de reações alérgicas, pode reduzir a fertilidade em homens, aponta estudo do Instituto de Biologia e Medicina Experimental de Buenos Aires, na Argentina.


A pesquisa, que analisou uma série de resultados de testes feitos com animais, revelou que esses remédios tendem a afetar a produção de hormônios sexuais pelos homens. Essa ação acaba por alterar a forma e mobilidade dos espermatozoides, bem como diminuir a contagem no esperma.

Segundo o estudo, publicado na revista científica 'Reproduction', testes em humanos precisam ser realizados para se avaliar a relação encontrada nos animais persiste. Porém, Carolina Mondillo, uma das autoras do trabalho, alerta para os riscos do abuso de anti-histamínicos.

A pesquisadora também afirma que a pesquisa pode abrir novas linhas terapêuticas para o controle das alergias. "Os dados indicam um envolvimento importante da histamina sobre o funcionamento dos testículos. O estudo pode levar ao desenvolvimento de novos tratamentos para o alívio de sintomas de alergia sem comprometer a fertilidade", aponta ela.

Foto: © Pavel Chagochkin - Shutterstock.com