Casos de sarampo em 11 países das Américas

Pedro Muxfeldt - 13 de abril de 2018 - 07:52
Casos de sarampo em 11 países das Américas
Continente foi o primeiro considerado livre da doença; Roraima e Amazonas vivem surto

(CCM SAÚDE) — A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou nesta quinta-feira (12) que 11 países das Américas, entre eles o Brasil, já registraram casos de sarampo em 2018, a maioria deles importados de outros países.


O continente, primeiro declarado livre da doença pela agência internacional de saúde, tem convivido com aumento de casos devido principalmente à queda nos níveis de vacinação da população. Por isso, a OMS vai coordenar a Semana de Vacinação das Américas a partir do dia 22 de abril.

O objetivo é que a taxa de imunização se mantenha em torno dos 95% na região. Além disso, o braço de saúde das Nações Unidas recomenda atenção especial a profissionais de saúde e dos ramos de turismo e hotelaria, bem como a criação de um estoque para atendimento de estrangeiros.

No Brasil, até o momento, já foram confirmados 46 casos de sarampo neste ano. Em Roraima, foram registradas 42 ocorrências, sendo 34 de imigrantes venezuelanos, enquanto no Amazonas há quatro casos, todos de nativos. Ambos os estados foram declarados como em surto da doença e o Ministério da Saúde já vem realizando campanhas de vacinação.

A Venezuela, com 279 pessoas afetadas pelo sarampo, é o único país com mais casos que o Brasil. Depois, aparecem Estados Unidos (41), Colômbia (5), Canadá e México (4 cada), Peru (2), Antígua e Barbuda, Argentina, Equador e Guatemala (1 cada).

Foto: © Kirill Ryzhov - Shutterstock.com