Remédio para osteoporose pode curar calvície

Natali_CCM - 9 de maio de 2018 - 09:14
Remédio para osteoporose pode curar calvície
Pesquisa conduzida na Universidade de Manchester resultou no crescimento de fios

(CCM SAÚDE) — Atualmente, há poucas opções eficientes para combater a calvície, que atinge homens e mulheres em todo o mundo. Agora, uma pesquisa indica que drogas usadas no tratamento da osteoporose podem reverter esse quadro.


O estudo, conduzido pelo Centro de Dermatologia da Universidade de Manchester, no Reino Unido, avaliou folículos capilares doados por voluntários e os submeteu a esse medicamento, que pode significar uma revolução no tratamento da alopecia androgenética.

O estudo funcionou da seguinte forma: o WAY-316606, medicamento desenvolvido para combater a osteoporose, fez crescer o cabelo humano, em laboratório, de forma efetiva. A novidade poderia substituir o atual CsA, medicamento imunossupressor indicado após transplantes e que, entre seus efeitos colaterais, faz crescer cabelo.

Isso acontece porque a droga remove um mecanismo de controle do crescimento capilar. Para Nathan Hawkshaw, um dos estudiosos do assunto, "o fato do novo agente, que nunca havia sido considerado no contexto da perda de cabelo, promover o crescimento dos pelos é muito animador porque pode, um dia, fazer uma diferença real na vida de pessoas que sofrem de calvície", afirma.

Com o WAY-316606, substância que nada tem a ver com o imunossupressor citado anteriormente, também houve crescimento de cabelo humano, em laboratório, de forma efetiva. Com isso, os cientistas podem expandir seu uso para a fabricação de loções, substituindo o CsA, que tem perigosos efeitos colaterais.

Atualmente, a alopecia androgenética pode ser tratada com minoxidil ou finasterida, que têm efeitos colaterais e geram resultados modestos. O transplante capilar, caro e doloroso, é a opção para a maioria dos pacientes, porém nem todos podem se submeter a esse procedimento.

Foto: © thodonal - 123RF.com