Tratamento pioneiro cura câncer avançado

Pedro.CCM - 6 de junho de 2018 - 06:26

Tratamento pioneiro cura câncer avançado

Células imunológicas da própria paciente podem eliminar câncer de mama que já havia se espalhado para outros órgãos

(CCM SAÚDE) — Um tratamento inovador utilizando células do sistema imunológico da própria paciente foi capaz de curar pela primeira um câncer de mama em estágio 4 - o mais avançado de todos - e em metástase para outras áreas do corpo.



O resultado histórico foi obtido por especialistas do Instituto Americano do Câncer, em Maryland. A paciente Judy Perkins, 49 anos, estava desenganada por seus médicos após diversas sessões de quimioterapia não apresentarem efeito. Sua esperança de vida era de três anos. Com o método, a engenheira da Flórida está livre dos tumores há dois anos.

O procedimento foi iniciado com a biópsia do tecido tumoral de Perkins. Com isso, os pesquisadores puderam observar as principais mutações genéticas associadas à doença e também as células do sistema imunológicos que combatiam o câncer, mas não surtiam efeito por estarem em menor número.

Após a seleção, essas estruturas, denominadas linfócitos de infiltração tumoral (TIL, na sigla em inglês), foram multiplicadas em laboratório e depois reintroduzidas no organismo da paciente. Ao todo, 80 bilhões de células TIL foram utilizadas.

Em 42 semanas, o sistema imunológico da mulher havia conseguido eliminar todos os tumores, que se iniciaram na mama direita e já estavam em metástase no fígado e outros órgãos no início do tratamento.

Agora, o objetivo da equipe de cientistas é testar a técnica em outros pacientes e diferentes formas de câncer de difícil cura, como de próstata e ovários. O principal desafio é identificar e reproduzir as células TIL, que às vezes não são encontradas em número suficiente.

Foto: © royaltystockphoto - 123RF.com