Cientistas desenvolvem comprimido de insulina

Pedro Muxfeldt - 26 de junho de 2018 - 11:12
Cientistas desenvolvem comprimido de insulina
Pílula consegue resistir aos sucos gástricos; expectativa é aumentar adesão de diabéticos

(CCM SAÚDE) — Pesquisadores da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, conseguiram desenvolver uma pílula de insulina para ratos. A esperança é que, com alguns ajustes, o medicamento possa ser usado por humanos.


Atualmente não existem comprimidos de insulina para o tratamento da diabetes pois a substância não suporta a acidez dos sucos gástricos e acaba não sendo absorvida pelo organismo. Com a inovação, os cientistas criaram uma cápsula que resiste ao meio ácido do estômago.

A novidade, publicada na revista 'Proceedings of the National Academy of Sciences', abre a possibilidade de que em breve seja possível abandonar os tratamentos convencionais da diabetes tipo 1, que exigem injeções diárias de insulina.

Com os comprimidos, a expectativa dos pesquisadores é que a adesão de portadores da doença ao tratamento aumente já que muitos deles acabam não controlando a diabetes por medo de agulhas e pela interferência das injeções nas atividades diárias.

Foto: © dolgachov - 123RF.com