Adesivo para tratamento do Alzheimer no SUS

Pedro.CCM - 3 de julho de 2018 - 11:07
Adesivo para tratamento do Alzheimer no SUS
Nova forma de uso da rivastigmina deve aumentar adesão de pacientes à terapia, dizem médicos

(CCM SAÚDE) — A rivastigmina, medicamento usado para o tratamento de sintomas do mal de Alzheimer, agora também poderá ser encontrada no Sistema Único de Saúde (SUS) em forma de adesivo, anunciou o Ministério da Saúde.


Atualmente disponível em comprimido e solução oral, os adesivos com a substância prometem ocasionar menos efeitos colaterais, principalmente os ligados ao sistema digestivo, comuns nas outras fórmulas, e também aumentar a adesão dos pacientes ao tratamento.

Segundo o médico Rodrigo Schultz, presidente da Associação Brasileira de Alzheimer, muitos pacientes cospem os comprimidos com a medicação e reduzem seus efeitos. "Com o adesivo ele não consegue fazer isso. Além disso, com a absorção por via cutânea, há uma redução sensível na possibilidade de efeitos colaterais", diz ele em entrevista ao portal 'G1'.

O produto, já disponível nos postos de saúde e hospitais que realizam tratamento do mal de Alzheimer, libera o medicamento durante 24 horas, quando deve ser substituído. A orientação também é alternar o local de colocação do adesivo, pois há risco de irritação na pele.

Foto: © Anastasiia Malysheva - 123RF.com