Bebês que comem sólidos dormem melhor

Natali_CCM - 12 de julho de 2018 - 09:18
Bebês que comem sólidos dormem melhor
Pesquisa indica que, quanto antes essa alimentação começar, melhor para a saúde das crianças

(CCM SAÚDE) — Um estudo pode contrapor a afirmação de que bebês devem ser apenas amamentados até os seis meses, pois indica que alimentos sólidos fazem com que durmam melhor.


Para chegarem a essa conclusão, pesquisadores britânicos compararam indicadores de sono entre grupos de bebês que, aos três meses, passaram a comer alimentos sólidos além do leite materno, e outro grupo de bebês que só começaram a fazer isso após os seis meses.

Os resultados, publicados no periódico JAMA, indicaram que o primeiro grupo dormiu cerca de 16 minutos a mais e acordou com menos frequência. No total, 1.303 bebês foram acompanhados pelos cientistas das universidades King's College e Saint George, em Londres.

"Os resultados desta pesquisa apoiam a ampla percepção parental de que a introdução mais precoce de alimentos sólidos melhora o sono", diz Gideon Lack, pesquisador da King's College. "Sugere-se que a recomendação oficial seja reexaminada sob a luz das evidências que reunimos.”

Os estudiosos pretendem, com isso, aumentar a qualidade de sono dos pais, visto que mesmo alguns minutos a mais representam grandes benefícios para quem acabou de ter filho.

A introdução de alimentos sólidos à dieta do bebê deve incluir frutas e legumes amassados ou cozidos (batata, batata-doce, inhame, cenoura, maçã ou pêra). Frutas moles como pêssego e melão, além de cereais para bebês misturados com leite são indicados.