Estudo liga pressão alta a lesões cerebrais

Pedro Muxfeldt - 13 de julho de 2018 - 08:34
Estudo liga pressão alta a lesões cerebrais
Pesquisadores acompanharam idosos e também notaram associação com mal de Alzheimer

(CCM SAÚDE) — Pressão alta pode elevar o risco de doenças neurológicas, entre elas o Alzheimer, diz estudo da Universidade de Rush, nos Estados Unidos, publicado na revista 'Neurology'.


"Nós pesquisamos se a pressão arterial na terceira idade foi associada a sinais de envelhecimento cerebral que incluem placas ligadas ao Alzheimer e lesões cerebrais chamadas infartos, áreas de tecido morto causadas por bloqueio no suprimento sanguíneo, que muitas vezes passam despercebidas e podem levar a um derrame", afirmou Zoe Arvanitakis, autora da pesquisa.

Segundo os resultados, os pacientes com pressão alta tiveram 46% mais risco de ter lesões cerebrais, em especial os infartos. Além disso, nesse grupo foram encontrados mais marcadores biológicos para o Alzheimer.

O estudo acompanhou 1.288 idosos fazendo registros anuais da pressão arterial e, após a morte dos voluntários, seus cérebros foram analisados. Ao todo, 87% usava remédios para hipertensão e 48% apresentou pelo menos uma lesão por infarto cerebral.

Foto: © kurhan - Shutterstock.com