Nova DST se alastra e resiste a antibióticos

Natali Chiconi - 16 de julho de 2018 - 09:27
Nova DST se alastra e resiste a antibióticos
Infecção bacteriana mycoplasma genitalium preocupa médicos por causar danos graves

(CCM SAÚDE) — Uma infecção sexualmente transmissível tem causado alarde por conter uma bactéria resistente a antibióticos. Trata-se da Mycoplasma genitalium (MG).


Especialistas europeus alertaram, recentemente, para o alastramento dessa bactéria, que tem causado transtornos especialmente no Reino Unido, onde está prestes a se tornar um caso de emergência pública.

Bactéria que pode ser transmitida por meio de relações sexuais com um parceiro contaminado, a Mycoplasma genitalium causa inflamação da uretra, dor ao urinar e secreção no pênis em homens e, nas mulheres, inflama os órgãos reprodutivos, gerando dor, febre, sangramento e até infertilidade.

Confundida com a clamídia, essa infecção já está sendo monitorada no Brasil, onde a gonorreia e a sífilis são mais comuns e preocupam as autoridades pela resistência cada vez maior das bactérias aos antibióticos. No Reino Unido, a resistência aos antibióticos dessa nova DST é estimada em cerca de 40%.

"Já é hora de o público aprender sobre a Mycoplasma genitalium(...) É mais um bom motivo para por camisinhas nas malas das férias de verão - e realmente usá-las”, explica Peter Greenhouse, especialista em DSTs.

Foto: © Kasto - 123RF.com

Veja também