Estudo desenvolve composto para queda de cabelo

Pedro Muxfeldt - 31 de julho de 2018 - 08:10
Estudo desenvolve composto para queda de cabelo
Pesquisa estadunidense conseguiu reverter perda e embranquecimento de fios em camundongos

(CCM SAÚDE) — Um medicamento contra queda de cabelo, embranquecimento dos fios e lesões de pele pode estar a caminho, diz a Universidade Johns Hopkins, Estados Unidos.


Em experimento realizado com ratos, os pesquisadores desenvolveram um composto capaz de reverter esses três fenômenos quando eles estão associados a dietas com altos de níveis de gordura.

No trabalho, a equipe do professor Subroto Chatterjee dividiu ratos com aterosclerose em dois grupos. O primeiro foi alimentado com uma dieta rica em lipídios enquanto o segundo comeu uma ração convencional. Ao final de oito semanas, o primeiro grupo apresentava maior perda e embranquecimento do cabelo e lesões cutâneas.

Na sequência, os ratos continuaram recebendo as dietas designadas por mais 16 semanas, porém todos passaram a ingerir o composto D-PDMP, que bloqueia a produção de um tipo de gordura pelo corpo. Neste período, os sintomas observados foram revertidos.

Os resultados, segundo Chatterjee, são animadores. "Nossas descobertas prometem que algum dia nós tenhamos uma droga para tratar doenças de pele, como a psoríase, e lesões causadas pela diabetes e cirurgia plástica, por exemplo", diz ele.

No entanto, um longo caminho ainda precisa ser percorrido. Em primeiro lugar, o teste com ratos não garante a segurança do composto em humanos. Além disso, outra fase do estudo avaliará se a fórmula utilizada nos animais também é eficaz em seres humanos.

Foto: © CatherineL-Prod - Shutterstock.com