Nova droga ajuda a controlar tumor de mama

Natali Chiconi - 3 de setembro de 2018 - 09:41
Nova droga ajuda a controlar tumor de mama
Pesquisadores canadenses descobriram alternativa que ajuda na personalização de tratamentos

(CCM SAÚDE) — Um desafio no combate ao câncer é bloquear seu crescimento acelerado. Um grupo de cientistas canadenses bloqueou uma proteína envolvida nesse processo.


O estudo, conduzido em ratos com tumores de mama, identificou uma proteína envolvida na proliferação de células cancerígenas e conseguiu bloqueá-la utilizando medicamentos e intervenções genéticas.

Apresentados na revista britânica 'Nature Communications', os resultados são uma esperança para quem sofre com esse tipo de tumor. As proteínas YAP e TAZ, conhecidas como NUAK2, quando descontroladas, ativam a proliferação celular anormal e estão presentes nas formas agressivas de câncer de mama e bexiga.

"Se você verificar o tumor do paciente e detectar altos níveis dessa proteína, talvez, possa tratá-los com inibidores", conta Liliana Attisano, uma das autoras do estudo, pesquisadora do Centro Donnelly de Pesquisas, no Canadá, e professora do Departamento de Bioquímica da Universidade de Utah, nos Estados Unidos. "O objetivo final é encontrar uma droga que funcione nas pessoas", completa.

De posse dessas informações, os especialistas, agora, pretendem entender como funciona a biologia de cada tumor. Ao conhecer esse fator é possível, portanto, saber qual é o melhor tipo de tratamento.

Sendo assim, em um futuro não muito distante, uma mesma medicação para servir para tumores diferentes, tais como de bexiga e mama, por exemplo. Tudo dependerá do tipo de mutação que a célula sofreu.

Foto: © JPC - PROD - Shutterstock.com