Campanha contra pólio e sarampo é prorrogada

Pedro.CCM - 4 de setembro de 2018 - 10:46
Campanha contra pólio e sarampo é prorrogada
Estados que não alcançaram a meta de vacinação tem até 14 de setembro para proteger público-alvo

(CCM SAÚDE) — O Ministério da Saúde prorrogou até o dia 14 de setembro a campanha contra sarampo e poliomielite para os estados que ainda não alcançaram a meta de vacinação.


Anteriormente, o prazo da campanha ia até o último dia 31. Porém, apenas os estados do Amapá, Espírito Santo, Maranhão, Pernambuco, Rondônia, Santa Catarina e Sergipe superaram o índice de 95% de vacinação. Na média nacional, a taxa de proteção ainda está em cerca de 88%.

Com isso, restam vacinar algo em torno de 1,3 milhão de crianças entre um e cinco anos. A campanha deste ano é indiscriminada e somente aqueles que receberam as vacinas há menos de 30 dias não precisam receber a imunização.

O Rio de Janeiro segue como a unidade da federação com os menores índices de vacinação e a única que ainda não superou a marca de 70% do público-alvo protegido. Na sequência aparecem Rondônia, Pará e Piauí.

O principal objetivo da campanha contra sarampo e pólio é impedir a reintrodução destas doenças, em relação às quais o Brasil já havia conquistado certificados internacionais de eliminação. O sarampo atualmente está em surto no Amazonas e Roraima. Já a poliomielite ainda não teve casos registrados, mas as taxas de vacinação estavam bem abaixo do recomendado.

Foto: © JPC-PROD - Shutterstock.com