Música antes de dormir evitaria problemas cardíacos

Natali_CCM - 12 de setembro de 2018 - 08:40
Música antes de dormir evitaria problemas cardíacos
Pesquisa indica que canções utilizadas na yoga têm o poder de reduzir a ansiedade das pessoas

(CCM SAÚDE) — A música sempre foi apontada como grande aliada do relaxamento. Agora, uma pesquisa indiana aponta que sons ouvidos na yoga têm o poder de ajudar na saúde cardíaca.


Em um experimento com quase 150 pessoas, apresentado no Congresso da Sociedade Europeia de Cardiologia, em Munique, na Alemanha, cientistas indicaram que a música de yoga tem impacto benéfico na variabilidade da frequência cardíaca antes de dormir.

Para chegarem a essa conclusão, os pesquisadores submeteram essas pessoas, com média de idade de 26 anos, a três sessões de músicas de yoga, em noites separadas, antes de dormir. Eles ouviram, ainda, música pop e também passaram por uma experiência em silêncio.

Em cada sessão, mensurou-se a variabilidade da frequência cardíaca cinco minutos antes da música ou do silêncio, depois, durante a música ou período sem ela e, por fim, cinco minutos depois. Os níveis de ansiedade também foram medidos.

A conclusão foi de que a variabilidade da frequência cardíaca das pessoas aumentou com as música de yoga, diminuiu nas canções pop e quase não se alterou durante o silêncio. Os cientistas explicam que essa variação é altamente benéfica, pois frequência cardíaca baixa está ligada a um risco de 32 a 45% maior de problemas cardiovasculares.

"A alta variabilidade da frequência cardíaca mostra que o coração é capaz de se adaptar a essas mudanças. Por outro lado, a baixa variabilidade indica um sistema nervoso autônomo menos adaptativo", explica, em comunicado, Naresh Sen, autor do estudo e cardiologista do Hospital Hridaya Ganesha, em Jaipur, na Índia.

Essa terapia, altamente fácil de implementar e com custos reduzidos, é apontada pelos estudiosos como uma alternativa para reduzir ansiedade e estresse. Mudar o estilo de vida, fazendo mais exercícios físicos e se alimentando de maneira adequada, são outras medidas apontadas como benéficas no combate a uma vida estressante e com risco cardíaco alto.

Foto: © George Rudy - Shutterstock.com