Cientistas: vacinas serão compradas por internet

Natali_CCM - 14 de setembro de 2018 - 09:35
Cientistas: vacinas serão compradas por internet
Pesquisadores estimam que, em um futuro próximo, será possível comprar vacinas e aplicá-las em si mesmo

(CCM SAÚDE) — Hoje em dia, quando precisamos tomar vacinas, vamos ao posto de saúde. Mas e se, em vez de fazer isso, pedíssemos uma dose pela internet?


Segundo pesquisadores de universidades americanas, canadenses e israelenses, em breve será possível comprar a vacina online, receber a dose e uma seringa pelo correio e aplicar o produto em si mesmo. O estudo foi publicado na revista 'Science Advances'.

Os cientistas explicam que, se todas as vacinas funcionarem como injeção intradérmica (entre a derme e a epiderme) serão fáceis de aplicar, ao contrário das injeções subcutâneas, que atingem camadas mais profundas de tecido e só podem ser administradas por quem tem conhecimento médico.

"Um dia, essa vacina poderá ser enviada pelo correio para autoadministração. Isso poderia aliviar grandemente as multidões em centros de saúde no caso de um surto ou de uma pandemia", afirmam os cientistas no estudo.

Além dessa facilidade, que permitiria uma vacinação muito mais eficiente, os cientistas anunciaram uma forma de medir rapidamente a infectividade viral (a capacidade de um agente de causar infecção) no desenvolvimento e na produção das vacinas - tudo por feixes de laser.

A novidade representa um avanço na capacidade de melhorar a efetividade dos medicamentos, acertando a carga viral da vacina. Os cientistas acreditam que, com esse método, vacinas mais eficazes estejam disponíveis para males como ebola, zika vírus e influenza, a gripe.

Foto: © Igor Daniel - 123RF.com