Estudo brasileiro cria método para curar cegueira

Pedro Muxfeldt - 13 de novembro de 2018 - 11:22
Estudo brasileiro cria método para curar cegueira
Instituto do Cérebro desenvolve maneira de transformar células em neurônios da retina e recuperar visão

(CCM SAÚDE) — Cientistas do Instituto do Cérebro da Universidade Federal do Rio Grande do Norte criaram método que promete reverter a cegueira em pacientes com retinopatias.

A técnica se baseia em processos de transformação e recuperação celular. Publicado na revista 'Frontiers in Cellular Neuroscience', o trabalho demonstrou ser possível fazer com que células gliais de Müller, presentes na retina, passem a atuar como neurônios da retina, com funções de fotorrecepção, por exemplo.

No experimento, os pesquisadores, que foram auxiliados por especialistas do Instituto Metrópole Digital, também de Natal, e do Instituto Carlos Chagas Filho, da UFRJ, utilizaram camundongos recém-nascidos e adultos e foram capazes de reprogramar as células gliais dos roedores.

"Conseguimos transformar células gliais de Müller em neurônios da retina utilizando apenas um fator de transcrição. As células gliais que recebem este fator de transcrição adquirem características de fotorreceptores, células bipolares e amácrinas", aponta Marcos Costa, coordenador do estudo.

Atualmente, retinopatias degenerativas não têm cura e os tratamentos à disposição apenas interrompem ou reduzem a progressão da doença. Com esta descoberta, abre-se a possibilidade no futuro de terapias gênicas para recuperar a visão destes pacientes.

Foto: © luckybusiness - 123RF.com