Tratamento pode combater alergia ao amendoim

Natali Chiconi - 22 de novembro de 2018 - 08:27
Tratamento pode combater alergia ao amendoim
Pesquisa conduzida nos EUA e na Europa elevou a tolerância de pacientes ao alimento.

(CCM Saúde) — A alergia ao amendoim afeta milhões de pessoas em todo o mundo, especialmente crianças. Agora, graças a um estudo pioneiro, seu efeito pode ser minimizado.


Um tratamento que eleva a tolerância das pessoas ao alimento foi conduzido nos Estados Unidos e na Europa com 500 crianças e jovens alérgicos. Esses voluntários, com idades entre 4 e 17 anos, não toleravam a presença de 1/10 de amendoim na comida.

Publicado no jornal ‘New England Journal of Medicine’, o estudo ofereceu aos pacientes doses milimétricas de proteína de amendoim durante um ano - outro grupo recebeu placebo. Depois, a quantidade foi aumentada para gerar tolerância.

Finalizado o experimento, após 12 meses, dois terços desses pacientes passaram a tolerar pelo menos dois amendoins inteiros. Isso significa que crianças que não podiam comer bolos, por exemplo, devido aos traços do alimento, agora podem.

"A alergia ao amendoim é extremamente difícil de lidar para as crianças e suas famílias, já que eles precisam seguir uma dieta estritamente livre de qualquer traço dele", afirma George du Toit, pesquisador-chefe do estudo.

"As famílias vivem com medo de exposição acidental, porque as reações alérgicas podem ser muitos severas e até mesmo levar à morte", explica o pesquisador, que pretende, com a descoberta, evitar que isso aconteça.

Foto: © Ratchapol Yindeesuk - 123RF.com