Remédio para hipertensão eleva risco de câncer

Pedro Muxfeldt - 5 de dezembro de 2018 - 07:11
Remédio para hipertensão eleva risco de câncer
Estudo da Anvisa aponta que a hidroclorotiazida, quando usada a longo prazo, aumenta as chances de câncer de pele.

(CCM Saúde) — A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou nesta terça-feira (4) que estudos apontaram relação entre um remédio contra hipertensão e câncer de pele.


De acordo com o órgão federal, a avaliação de mais de 80 mil casos dos dois tipos mais comuns de câncer de pele revelou haver uma associação entre sua ocorrência e o uso prolongado da droga hidroclorotiazida.

"Estudos epidemiológicos demonstraram associação dose-dependente cumulativa — que ocorre quando a dose utilizada do medicamento está diretamente relacionada a seus efeitos — entre o remédio em questão e o câncer de pele não-melanoma", afirma o comunicado da Anvisa.

Em outro estudo, a agência também identificou a associação entre o remédio, também utilizado para o controle de edemas, e casos de câncer de lábio.

Com a nova descoberta, o órgão passa a recomendar que médicos informem a seus pacientes sobre os riscos envolvidos no uso da hidroclorotiazida e realizem buscas de lesões suspeitas periodicamente no corpo dos usuários do remédio. Além disso, a Anvisa já solicitou o acréscimo destas informações na bula do medicamento.

Foto: © kazoka - Shutterstock.com