Chip mede exposição solar e previne câncer de pele

Natali Chiconi - 12 de dezembro de 2018 - 11:44
Chip mede exposição solar e previne câncer de pele
Desenvolvido por pesquisadores estadunidenses, dispositivo tem baixo custo e grande eficiência.

(CCM Saúde) — A pele é um órgão que tem grandes chances de desenvolver câncer. Cientes disso, pesquisadores dos EUA criaram um chip que mede o nível de exposição aos raios UV.

Com baixo custo e alta eficiência, esse dispositivo, apresentando na revista Science Translational Medicine, pode ser “vestido”. Xu Shuai, um dos autores do trabalho e pesquisador da Universidade de Northwestern, destaca o fato de a peça não necessitar de bateria e ser discreta.

O objetivo, em vez de criar algo no formato de um relógio, que é mais caro e precisa de baterias, era o de fazer algo que fosse "esquecido" pelo usuário, que o veria como parte de seu corpo. "Sabemos que os raios UV são onipresentes e que há uma epidemia de câncer de pele. Casamos essas informações para criarmos os dosímetros de luz sem fio, portáteis e sem bateria", conta o pesquisador ao jornal 'Correio Brasiliense'.

Com acesso sem fio, por meio de smartphone, o aparelho fornece os dados de exposição solar captados. Em pesquisas feitas com usuários saudáveis durante a prática de atividades recreativas ao ar livre, por quatro dias, os autores observaram que os dispositivos foram funcionais e confiáveis no registro de doses de radiação solar ultravioleta.

Além do benefício contra o câncer de pele, os sensores podem ser utilizados em recém-nascidos com icterícia. "Para recém-nascidos com icterícia, esses dosímetros de luz podem garantir que eles sejam acompanhados a cada minuto e recebam a terapia de que precisam”, completa Shuai.

Tratamentos com luz para casos de psoríase e eczema também podem ser mais assertivos com essa tecnologia, já comercializada nos Estados Unidos.

Foto: © Andriy Popov - 123RF.com