Vacina contra HIV consegue proteger macacos

Pedro Muxfeldt - 19 de dezembro de 2018 - 10:06
Vacina contra HIV consegue proteger macacos
Imunização permitiu que animais produzissem anticorpos para enfrentar forma mais resistente do vírus.

(CCM Saúde) — Uma vacina experimental desenvolvida pelo Instituto de Pesquisa Scripps, dos Estados Unidos, se mostrou capaz de proteger macacos contra o HIV, o vírus da Aids.

Um dos grupos há mais tempo pesquisando soluções contra a Aids, a equipe do professor Dennis Burton conseguiu dois feitos expressivos no trabalho publicado na revista científica 'Immunity'.

O primeiro diz respeito à própria imunização dos animais. Expostos a uma cepa do HIV modificada para primatas e que emula a forma mais resistente do vírus, os macacos conseguiram, após a vacinação, produzir anticorpos para debelar a infecção.

Além disso, os cientistas se tornaram os primeiros a conseguirem chegar à primeira estimativa consistente do número de anticorpos necessários para neutralizar o HIV. Isto ajudaria a estabelecer os padrões de vacinação para uma futura imunização de seres humanos.

Este é o próximo passo da equipe do Instituto Scripps, mas o caminho a percorrer, informam os especialistas, ainda levará alguns anos. O objetivo é ainda seguir os estudos com macacos para desenvolver técnicas que protejam contra diversas cepas do HIV antes de partir para testes com humanos.

Foto: © Jarun Ontakrai - Shutterstock.com