Menos tempo nas redes sociais reduz a solidão

Natali Chiconi - 2 de janeiro de 2019 - 14:13
Menos tempo nas redes sociais reduz a solidão
Pesquisa indica que deixar de se comparar aos outros pode trazer mais bem-estar e afastar depressão.

(CCM Saúde) — As redes sociais estão presentes em nossa vida, mas podem ser nocivas. Um novo estudo diz que, quanto mais longe delas, menor o risco de ter depressão e solidão.

Conduzido com 143 voluntários universitários, o estudo, feito na Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos, avaliou dados de navegação do celular dessas pessoas, que tiveram monitorados seus acessos a Facebook, Instagram e Snapchat.

Ao fim da pesquisa, que durou três semanas, os cientistas constataram que os que reduziram para 30 minutos o tempo gasto nas redes tiveram diminuição significativa de sentimentos relacionados à depressão e à solidão. Os cientistas explicam que, ao dedicarem o tempo a outras atividades, os indivíduos deixam de comparar a própria rotina com a postada por outros usuários.

A pesquisa, publicada no ‘Journal of Social and Clinical Psychology’, funcionou da seguinte maneira: os participantes, entre 18 e 22 anos, responderam a um questionário sobre aspectos relacionados a bem-estar. Depois, cada pessoa compartilhava uma captura da tela do celular com o registro do tempo gasto nas redes sociais.

Divididos em dois grupos: um que podia continuar normalmente nas redes sociais e outro que reduzia o acesso para 10 minutos diários em cada plataforma (30 minutos no total), os voluntários tiveram, depois de 21 dias, suas respostas avaliadas.

“Constatamos que as pessoas do segundo grupo, que reduziram o tempo de acesso às redes, tiveram clara melhora em dois pontos referentes ao bem-estar: depressão e sensação de solidão. Isso ficou ainda mais claro quando observamos o perfil de voluntários com quadro depressivo mais sério”, conta Melissa G. Hunt, psicóloga e líder do estudo.

Os brasileiros estão entre os povos que mais acessam as redes sociais. Segundo o relatório 2018 Global Digital, gastamos mais de três horas e meia por dia nelas, o que nos confere o segundo lugar em um ranking com 40 países, perdendo apenas para Filipinas. Os que menos usam as redes sociais são os japoneses - sua média é de 48 minutos diários.

Foto: © nito500 - 123RF.com