Uso de cigarro eletrônico aumenta 78% entre jovens

Pedro Muxfeldt - 14 de fevereiro de 2019 - 09:43
Uso de cigarro eletrônico aumenta 78% entre jovens
Estudo nos Estados Unidos mostra que 1,5 milhão de estudantes a mais utilizaram o aparelho em 2018.

(CCM Saúde) — O número de jovens nos Estados Unidos que fazem uso de cigarros eletrônicos cresceu 78% em apenas um ano e ligou o sinal de alerta entre especialistas.

É o que revela pesquisa do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), realizada com estudantes de Ensino Fundamental e Médio no país. Ao todo, 3,6 milhões de jovens utilizaram esse tipo de aparelho no ano passado contra 2,1 milhões em 2017.

Segundo os pesquisadores do CDC, os cigarros eletrônicos foram a única modalidade de tabaco que apresentou elevação no último ano. Contudo, apenas estes dispositivos são capazes de reverter os avanços recentes da redução do consumo de cigarros por jovens.

Diferentemente do cigarro convencional, os aparelhos eletrônicos não possuem substâncias comprovadamente cancerígenas em sua composição. Porém, a quantidade de nicotina em cada refil é equivalente a um maço de cigarros. Isso pode levar à dependência e, no caso dos jovens, reduzir o desenvolvimento cerebral e afetar o aprendizado e a atenção.

Foto: © Marc Bruxelle - Shutterstock.com