Uma fatia de bacon por dia já eleva risco de câncer

Natali Chiconi - 18 de abril de 2019 - 08:40
Uma fatia de bacon por dia já eleva risco de câncer
Estudo faz alerta sobre o consumo excessivo de carne vermelha em todo o mundo.

(CCM Saúde) — Pequenas quantidades de carne vermelha e processada já são suficientes para elevar o risco de câncer intestinal, segundo estudo feito no Reino Unido.

De acordo com os pesquisadores da Universidade de Oxford, em levantamento financiado pela Cancer Research UK, uma fatia de bacon por dia já eleva as chances de desenvolver o problema.

O estudo, que avaliou quase meio milhão de pessoas no Reino Unido, identificou que ingerir três fatias de bacon por dia, em vez de apenas uma, pode aumentar o risco de câncer de intestino em 20%.

Além disso, descobriu-se que, para cada 10 mil pessoas que consumiram 21 gramas por dia de carne vermelha e processada, 40 foram diagnosticadas com câncer de intestino. O valor comparativo para aqueles que ingeriram 76 g foi de 48 casos.

A Cancer Research UK afirma que 5,4 mil dos 41.804 casos de câncer de intestino registrados a cada ano no Reino Unido poderiam ser evitados se as pessoas não comessem carne processada de maneira alguma. Esse tipo de alimento e o cigarro são as maiores causadores do problema.

De acordo com o Departamento de Saúde, quem come mais de 90 g por dia deve diminuir para 70 g. Isso porque acredita-se que a carne vermelha, como as de vaca, cordeiro e porco, gere proteínas que danificam o intestino ao serem quebradas.

Vale destacar que a carne oferece benefícios, como proteínas, ferro, zinco, vitaminas D e B. Por isso, ela deve ser consumida com moderação para minimizar seus riscos.

Foto: © Andrey Starostin - 123RF.com