Cientistas descobrem causa de endurecimento de artérias

Pedro Muxfeldt - 14 de junho de 2019 - 08:46
Cientistas descobrem causa de endurecimento de artérias
Caso achado seja confirmado, expectativa é de encontrar uma terapia eficaz para essa condição.

(CCM Saúde) — O enrijecimento das artérias é um problema associado a infarto, demência e AVC. Porém, até então, a causa do fenômeno não havia sido apontada pelo mundo acadêmico.

Isso está próximo de mudar após estudo do King's College London publicado na revista 'Cell Reports'. Segundo os cientistas, os depósitos de cálcio que endurecem as artérias estão associados a danos sobre as células ou sobre o DNA delas.

Tal hipótese se apoia no fato de que os principais fatores de risco para o enrijecimento arterial, como tabagismo, hipertensão e envelhecimento, também provocam situações de danos e morte celular.

Para comprovar a tese, a pesquisa analisou tecidos e células de ovelhas e vacas, além de artérias humanas. E os resultados mostraram que uma molécula denominada PAR, que atua na formação dos ossos, tinha participação no processo.

Ao longo do estudo, os cientistas perceberam que quando encontrava-se alta concentração de PAR fora das células, também era identificado o endurecimento das artérias. Além disso, a região apresentava marcadores de morte celular e danos ao DNA.

Os achados, de acordo com a equipe britânica, são altamente positivos. "Se o processo de calcificação é gerado por células, isso significa que podemos tratá-lo", afirma Catherine Shanahan, uma das autoras da pesquisa.

Aliás, em outro conjunto de experimentos, os pesquisadores conseguiram identificar um candidato para o tratamento do endurecimento arterial. Atualmente utilizada para combater a acne, a minociclina foi capaz de bloquear a ação de uma enzina que atua na produção de PAR.

Quando isso foi feito em testes com ratos, não ocorria o depósito de cálcio nas artérias, mesmo quando os danos às células persistiam. Para confirmar mais esse achado, no entanto, os cientistas ainda precisam realizar testes em seres humanos.

Foto: © adike - Shutterstock.com