Escabiose: sintomas e tratamento

Novembro 2017

A escabiose, popularmente conhecida como sarna, é uma doença contagiosa parasitária provocada pelo ácaro Sarcoptes scabie. A doença pode afetar qualquer pessoa e sua transmissão se dá pelo contato direto com outro paciente infectado.


Sintomas da escabiose

O contato com o S. scabie provoca o aparecimento de bolinhas (cientificamente chamadas de pápulas) com ou sem bolhas de água que coçam de maneira muito intensa. Em geral, as pápulas surgem entre os dedos, nos punhos, axilas, abdômen, nádegas e órgãos genitais. Em crianças, o couro cabeludo e a palma da mão também costuma ser afetada. A coceira é mais forte durante a noite e o paciente às vezes acorda bastante arranhado.

Remédio para escabiose

Soluções de uso tópico são as mais utilizadas para o combate à escabiose. Na maior parte das vezes, a recomendação é de aplicação destas soluções escabicidas em todo o corpo do paciente por duas ou três noites seguidas. Alguns medicamentos de via oral também podem ser utilizados em determinados casos.

Tratamento da escabiose

O tratamento da escabiose também deve ser repetido cerca de 10 dias após a aplicação inicial das soluções. Isto porque o ciclo dos ovos do ácaro é de 15 dias e assim pode-se evitar uma reinfestação. Além disso, todas as pessoas que dividem a casa com a pessoa infectada também deve ser avaliada e tratada.

Tratamento caseiro da escabiose

Algumas receitas caseiras podem auxiliar o tratamento convecional da escabiose. Entre eles estão chá de alecrim, chá de arruda, suco de agrião e suco de aipo com sal, vinagre e limão.

Foto: © GooGag - Shutterstock.com
Publicado por Pedro.CCM. Última modificação: 14 de outubro de 2017 às 19:27 por Natali_CCM.
Este documento, intitulado 'Escabiose: sintomas e tratamento', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.