Tomodensitometria - Definição


Definição de tomodensitometria

A tomodensitometria, mais comumente chamada de tomografia, é uma técnica de imagem médica que permite observar e estudar os órgãos do corpo humano. Essa técnica baseia-se num princípio idêntico ao da radiografia, utilizando raios-X para visualizar diferentes camadas de tecidos do corpo humano. Um aparelho emite esses raios e, em função da densidade dos tecidos atravessados, a quantidade de raios captados vai gerar por via informática uma imagem mais ou menos contrastada.

Ela é utilizadas para diagnósticos e pode substituir técnicas tradicionais como a radiografia e ultrassom, permitindo um estudo mais preciso. Ela permite a descoberta de lesões internas no centro de alguns órgãos, onde a densidade permitirá caracterizá-los e deduzir a sua natureza. Ele pode se fixar no estudo de uma única parte do corpo, ou ser realizado no corpo inteiro, principalmente em caso de procura de metástases na análise de extensão dos cânceres, ou de traumatismos importantes.

Veja também

Artigo original publicado por DRA. MARNET. Tradução feita por asevere. Última modificação: 9 de fevereiro de 2018 às 17:48 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Tomodensitometria - Definição', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Transmissão da sarna - Definição
Torção testicular - Definição