Psiquiatra ou psicólogo: como escolher

Faça uma pergunta

Estima-se que um terço das pessoas já consultaram um psicólogo ou psiquiatra para a realização de tratamentos de curta ou longa duração. Antes de tudo, porém, é preciso compreender a distinção entre essas duas especialidades de nomes parecidos, mas funções e abrangência de tratamento bastante diferentes.

Psiquiatra

O psiquiatra é um médico que deve possuir registro no Conselho Regional de Medicina (CRM) do seu estado para poder exercer a profissão. Esse profissional é indicado para o tratamento de patologias mentais e problemas psíquicos. Como médico, o psiquiatra está apto a prescrever medicamentos para seus pacientes, como antidepressivos, ansiolíticos e psicotrópicos. O psiquiatra também pode exercer a psicoterapia e a psicanálise.

Psicólogo

O psicólogo é um profissional formado em Psicologia, portanto não realizou graduação em Medicina. Um psicólogo atende pacientes em consultórios privados, hospitais públicos ou estabelecimentos escolares, empresas e outros locais. Sua especialista da conta de problemas comportamentais e psicológicos, como estresse, transtorno obsessivo-compulsivo (TOC). Consultas ao psicólogo também são importantes como complemento a tratamentos psiquiátricos de pessoas com dificuldades de integração na sociedade.

Como escolher

É recomendado que antes de escolher o psiquiatra ou psicólogo que o acompanhará em seu tratamento você consulte ao menos dois profissionais para definir qual dos dois desenvolveu o melhor relacionamento e demonstrou maior conhecimento. Procure também se informar sobre as credenciais do profissional antes de definir sua escolha.

Foto: © Dan Barbalata  - 123RF.com
Dra. Marta Marnet

CCM Saúde é uma publicação informativa realizada por uma equipe de especialistas de saúde e redatores supervisionados pela Dra. Marta Marnet (número de registro 19741 no Colégio de Médicos de Barcelona, Espanha).

Mais informações sobre a equipe do CCM Saúde