Psicose paranoica


Definição

a psicose paranoica é uma forma de psicose, ou seja, um transtorno mental caracterizado por uma modificação do sentido das realidades geradoras de um delírio (ideias e discursos que diferem dos fatos objetiváveis). Na paranoia, o delírio é centrado sobre um tema de persecução, e da mulher, principalmente afetada neste tipo de psicose, interpreta de maneira errônea os fatos. A psicose paranoica implica uma desregulagem do pensamento e um falso julgamento onde o doente não está consciente. Uma depressão ligada a essa síndrome pode causar um suicídio ou uma passagem ao ato como o assassinato de perseguidor. Esse tipo de síndrome aparece na adolescência ou no início da idade adulta. Distinguimos diferentes formas de psicoses paranoicas entre as quais o delírio de ciúmes, o delírio de interpretação, a erotomania ou delírio de reivindicação.

Manifestações

as psicoses paranoicas têm como pontos comuns:
  • Um delírio centrado sobre a perseguição;
  • Uma adesão importante, a pessoa é inicialmente persuadida de que ela avança;
  • Um falso julgamento;
  • A ausência de consciência dos problemas.

De acordo com o subtipo da psicose paranoica, os sintomas variam:
  • A convicção de ser enganado nos delírios de ciúmes;
  • A convicção de ser criticado ou vítima do mal ou complôs nos delírios de interpretação;
  • A convicção de ser amado no delírio erotomaníaco;
  • A convicção de ser a vítima de um preconceito no delírio de reinvindicação.

Entre os riscos dessas psicoses paranoicas, os de agressão principalmente, geralmente a pessoa identificada como perseguida, ou os de autoagressão podendo levar ao suicídio. Além disso, drogas ou álcool são consumidos para enfrentar esses delírios e um isolamento psicossocial se instala e se agrava progressivamente.

Diagnóstico

o diagnóstico da psicose paranoica crônica será estabelecido após um certo número de entrevistas psiquiátricas. Não é necessário realizar exames complementares mesmo se uma análise sanguínea e às vezes uma imagem cerebral são realizadas para eliminar uma patologia orgânica.

Tratamento

a psicose paranoica crônica se trata por uma combinação de medicamentos, principalmente neurolépticos, antipsicóticos, ansiolíticos, e um acompanhamento através de uma psicoterapia. Enquanto isso o tratamento é raramente tomado corretamente, já que o paciente não acha que ele possui nenhum problema. Os tratamentos médicos são tomados pela vida inteira. Nos casos mais graves, uma hospitalização é considerada.
Publicado por asevere. Última modificação: 16 de dezembro de 2014 às 14:49 por asevere.
Este documento, intitulado 'Psicose paranoica', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Psicose alucinatória crônica
Púrpura - Sintomas e tratamento