Queilite angular: feridas no canto da boca

Setembro 2017

Muitas vezes confundida com herpes labial, a inflamação em uma ou ambas as extremidades da boca é chamada de queilite angular ou popularmente de boqueira. É uma espécie de ferida localizada no canto dos lábios e que causa ressecamento, rachaduras e lesões avermelhadas. Estas feridas se desenvolvem na superfície dos lábios e não se propagam. No entanto, uma vez que se desenvolva uma queilite angular de um lado da boca, é melhor evitar tocar ambos os lados da boca com o mesmo dedo, batom ou qualquer outro objeto.


Causas da queilite angular

As principais causas da queilite angular são a carência de minerais (como ferro, zinco e vitamina B2), falta de higiene adequada, idade, doença celíaca, próteses dentárias mal ajustadas e desnutrição. A queilite angular pode ser causada por uma infecção por fungos ou bactérias.

Sintomas da queilite angular

O primeiro sintoma da queilite angular é o aparecimento de rachaduras nos lábios. As feridas podem fazer com que os lábios inchem e rachem, o que torna difícil ao paciente sorrir, comer ou fazer outros movimentos com a boca. Em seguida, a doença evolui para um quadro de desconforto e acúmulo de pele morta em um ou ambos os cantos da boca.

Tratamento da queilite angular

Para o tratamento da queilite, é necessário o uso de creme antifúngico, pomada antibacteriana ou álcool. O produto deve ser passado nos cantos da boca de quatro a seis vezes por dia. Depois, aplica-se vaselina para proteger a região de saliva ou umidade. As lesões devem desaparecer de quatro a sete dias. Se o médico determinar que a queilite angular é resultado de infecção bacteriana é necessário uso de pomada bactericida e álcool para limpeza. Limpa-se os lábios com álcool e cobre-se com a pomada. Este tratamento deve eliminar a condição em dois dias.

É importante não passar a língua nos cantos da boca e não usar hidratante labial pois a queilite angular não é uma condição causada pela pele seca, apesar das rachaduras típicas. Além delas, a queilite angular de origem fúngica é acompanhada de ardor e coceira. A umidade cria ambiente propício para a proliferação do fungo Candida albicans de modo que o contato com saliva e hidratantes deve ser evitado.

Prevenção da queilite angular

Quando há uma causa subjacente ao quadro de queilite angular, como uma infecção, esta também deve ser tratada. Uma pessoa pode estar propensa a infecção bacteriana devido a uma deficiência de vitaminas ou incapacidade de absorver os nutrientes dos alimentos, ocasionada por cirurgia bariátrica ou doença celíaca, por exemplo. É recomendável complementar a dieta comendo mais vegetais e folhas verdes. Em caso de tendência a infecções por C. albicans deve-se evitar alimentos com fermento e açúcar. Reduzir o estresse também vai ajudar a prevenir a queilite já que ele enfraquece o sistema imunológico, reduzindo a capacidade do organismo de combater infecções.

Foto: © stylephotographs - 123RF.com

Veja também

Artigo original publicado por DRA. MARNET. Tradução feita por Joana.Saude. Última modificação: 31 de março de 2017 às 16:47 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Queilite angular: feridas no canto da boca', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.