Rabdomiólise: sintomas e tratamento

Dezembro 2017

A rabdomiólise é uma síndrome que ocorre devido a uma lesão muscular direta ou indireta, resultante da morte das fibras musculares. Como resultado, as fibras acabam por liberar seu conteúdo para a corrente sanguínea, afetando principalmente os rins, que não conseguem remover os resíduos concentrados na urina.


Como ocorre a rabdomiólise

O músculo esquelético é o músculo que movimenta o esqueleto e as articulações e a rabdomiólise afeta exatamente ele. Quando as fibras musculares morrem, a mioglobina (proveniente das proteínas celulares presentes no músculo) é liberada na corrente sanguínea.

Causas da rabdomiólise

A rabdomiólise é sempre iniciada por uma lesão muscular, que pode ser causada por meios físicos ou químicos. Quando a mioglobina é liberada após lesão do músculo, ela é filtrada para fora do corpo pelos rins, que podem ficar sobrecarregados, já que essa proteína é muito tóxica. Esse processo pode causar insuficiência renal aguda. Esforço em excesso, traumas, convulsões, AVC e doenças genéticas e metabólicas podem causar a rabdomiólise.

Rabdomiólise e crossfit

Há textos na Internet que afirmam que o crossfit, prática esportiva em voga hoje no Brasil, provoca rabdomiólise. Essa associação pode ser considerada exagerada. O que ocorre é que, como visto acima, esforços físicos intensos podem levar a uma lesão muscular e, consequentemente, à rabdomiólise. Desta forma, é mais correto afirmar que o crossfit, assim como qualquer outra atividade física, deve ser feito sempre de maneira a respeitar os limites do corpo e, em caso de lesões musculares, deve-se completar o tratamento antes de voltar a praticar exercícios. Estas medidas ajudam a reduzir os riscos de rabdomiólise.

Doenças genéticas que causam a rabdomiólise

Carência de carnitina, Doença de McArdle, deficiência de lactato desidrogenase, distrofia muscular de Duchenne, bem como infecções virais, bacterianas, polimiosite, picada de cobras e alguns medicamentos podem causar a rabdomiólise. O alto consumo de estatinas (medicamento usado para redução do colesterol) como atorvastatina, rosuvastatina e pravastatina também pode gerar esse mal.

Sintomas de rabdomiólise

Os sintomas mais comuns desse mal são fraqueza e dores musculares e urina escura. Com o agravamento do quadro, é possível que haja inchaço das mãos e dos pés, redução na produção de urina, letargia, tontura, náuseas e sangramentos sem razão.

Diagnóstico da rabdomiólise

Após fazer uma série de perguntas, o médico analisará os músculos maiores do paciente, especialmente as partes doloridas, para ver se há sensibilidade ou se o tecido muscular morreu. Exames de urina e sangue serão feitos para confirmar o diagnóstico. A presença de mioglobina na urina é uma indicação importante da rabdomiólise.

Tratamentos para rabdomiólise

O paciente com rabdomiólise deve fazer reposição de fluidos. Esse fluido deve conter bicarbonato, que ajuda a combater o ácido no sangue devido à lesão muscular e elimina a mioglobina dos rins. Se os danos nos rins e a insuficiência renal aguda já começaram, pode ser necessária uma diálise.

Rabdomiólise tem cura

Caso seja diagnosticada de maneira precoce, a rabdomiólise tem cura. Nestes casos, a rápida e eficaz reposição dos fluidos evita danos graves aos rins e equilibra a concentração de mioglobina na corrente sanguínea, evitando maiores complicações.

Foto: © Dean Drobot - Shutterstock.com
Publicado por Natali_CCM. Última modificação: 9 de outubro de 2017 às 09:16 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Rabdomiólise: sintomas e tratamento', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Funchicórea: indicação e riscos
Dores no ombro: causas e tratamento