Ventilação artificial - Definição


Definição de ventilação artificial

A ventilação artificial é um processo que permite garantir a função ventilatória de um indivíduo, quando ele não pode mais garanti-la por conta própria, o que é o caso de pacientes em coma ou com insuficiência respiratória crônica em estados evoluídos. A função ventilatória é assegurada pelos movimentos respiratórios - inspiração e expiração -, que permitem garantir as trocas gasosas e portanto alimentar o sangue e depois as células com oxigênio. Quando isso não se faz de maneira suficiente, a ventilação é garantida por um aparelho que bombeia o ar com diferentes pressões para facilitar as trocas gasosas.

Veja também

Artigo original publicado por DRA. MARNET. Tradução feita por asevere. Última modificação: 14 de maio de 2018 às 12:59 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Ventilação artificial - Definição', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
VEMS - Definição
Lombriga solitária - Definição