Insuficiência respiratória crônica - Definição

Abril 2018


Definição de insuficiência respiratória crônica

A insuficiência respiratória se refere a uma incapacidade do aparelho respiratório de assegurar a oxigenação correta do sangue. Quando ela é crônica, ocorre comumente após a evolução de uma doença pulmonar conhecida como broncopneumopatia crônica obstrutiva afetando, principalmente, os fumantes, ou as doenças fibrosantes do pulmão. Um problema neurológico pode também, mais raramente, ser a causa.

A insuficiência respiratória crônica se manifesta por um aumento progressivo das dificuldades de respirar com surgimento de cianose, coloração azulada dos tegumentos revelando um aumento da proporção de sangue não oxigenado. Ela é confirmada pelo estudo dos gases no sangue realizado após exame de sangue arterial ou gasometria.

Para tratar a insuficiência respiratória crônica é necessário melhorar a oxigenação, com a ajuda de uma fonte de oxigênio maior através de um tubo: é a oxigenoterapia, ou, às vezes, graças à utilização de uma máquina que garante a ventilação: é a ventilação artificial. Em alguns casos, um transplante de pulmão pode ser necessário.
Artigo original publicado por Carlos-vialfa. Tradução feita por asevere. Última modificação: 23 de fevereiro de 2018 às 15:22 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Insuficiência respiratória crônica - Definição', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Insuficiência cardíaca direita - Definição
Interferon - Definições