Litiase


Definição

as litíases, também chamadas de cálculos, são acúmulos de substâncias que formam uma espécie de massa sólida. Esses acúmulos podem se encontrar principalmente nas vias biliares quando a bile é sobrecarregada de colesterol, mas também nas vias urinárias. Os cálculos no aparelho urinário podem ser de diferentes naturezas, essencialmente o oxalate de cálcio, mas também o ácido úrico ou os fosfatos de cálcio. Os cálculos podem ser evacuados espontaneamente pelas vias naturais, mas ele podem ás vezes obstruir um tubo e causar uma tensão nas vias situadas acima do obstáculo pelo acúmulo da urina que não pode mais se evacuar. Na maioria dos casos, a litíase urinária vai bloquear a uretra, tubo que leva a urina dos rins para a bexiga. O risco de surgimento de litíase renal é aumentado pelo consumo excessivo de alguns alimentos como o chocolate, as carnes, os frios, os laticínios...

Manifestações

a litíase renal pode não ser responsável por nenhum sintoma. É quando ela obstrui uma parte das vias urinárias que ela se torna a causa de sinais clínicos que correspondem a uma crise de cólica nefrática:
  • Dores situadas na lombar, parte baixa das costas, presentes de um único lado;
  • Classicamente, a dor dá a impressão de se deslocar para os órgãos genitais contornando o flanco;
  • Essa dor é descrita como uma das mais graves na medicina, e a evolução se faz para crises intercaladas de períodos sem dor;
  • Ás vezes, transtornos urinários ou digestivos também estão presentes, mas é mais a dor insuportável que domina o quadro.

Ás vezes, após o tratamento das dores, essas desaparecem e não voltam mais, traduzindo a eliminação natural do cálculo quando ele é pequeno. No caso contrário, a crise continua ou se repete.

Diagnóstico

o diagnóstico é feito após:
  • Um exame clínico abordando o quadro de sintomas. Se esses são típicos, nenhum exame é necessário antes do tratamento da dor;
  • Exames sanguíneos são comumente necessários, principalmente a pesquisa de sinais biológicos de inflamação, e o estudo do funcionamento dos rins;
  • Uma radiografia do abdômen, chamada ASP para abdômen sem preparação, pode permitir colocar em evidência a litíase. Enquanto isso, todos os tipos de cálculos não são visíveis aos raios X.
  • Uma ultrassonografia é em seguida feita e autoriza às vezes a descoberta do cálculo, mas também o estudo das vias urinárias.
  • Se a litíase é expulsa, seja espontaneamente, seja após sua retirada, sua composição deve ser estudada pelo exame chamado espectrofotometria infravermelha.

Tratamento

O objetivo inicial do tratamento da litíase é amenizar as dores. Para isso, se faz geralmente uso, por via intravenosa, de anti-inflamatórios como o ibuprofeno e anti-espasmódicos como o floroglucinol, ás vezes morfina em caso de dores muito graves. Se o cálculo não se evacua espontaneamente e é encontrado nas vias urinárias, ele será retirado, de acordo com sua aparência, por litrotritite extracorporal, uma técnica que desmembra os cálculos com uma onda de choque utilizada no exterior do corpo, ou uma ureteroscopia que passa diretamente pelas vias naturais. Última opção, a intervenção cirúrgica que se utiliza para alguns tipos de cálculos.

Veja também

Publicado por asevere. Última modificação: 24 de novembro de 2016 às 15:35 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Litiase', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Lichen
Logorréia