Varizes pélvicas: o que é, sintomas e tratamento

Faça uma pergunta
As varizes são uma condição provocada por distúrbios nas válvulas das veias, tornando-as dilatadas e deformadas. Bastante comuns entre as mulheres, elas surgem geralmente nas veias das pernas, mas poucos sabem que as varizes também podem surgir na região pélvica e causar sintomas muito desagradáveis.


Definição

As varizes pélvicas correspondem exatamente ao mesmo problema que ocorre com frequência nas pernas, porém sobre as veias da região da pélvis, que recebem os nomes de veias ovarianas e veias ilíacas internas. Sua diferença para a forma convencional das varizes são os sintomas ocasionados pelo problema.

Causas

As varizes pélvicas são causadas pelo enfraquecimento das paredes e das válvulas das veias pélvicas. Essa situação é provocada principalmente por questões genéticas. Mais raramente, as varizes na pélvis surgem por obstruções venosas geradas por duas síndromes muito incomuns: síndrome de Nutcracker (quebra-nozes) e síndrome de Cockett.

Varizes pélvicas na gravidez

Outro fator de risco muito importante para o surgimento de varizes pélvicas é a gravidez. Quanto maior o número de gestações de uma mulher ao longo da vida, maior será a pressão exercida pelo útero e o bebê sobre as veias, sejam pélvicas, das pernas ou da vulva. Além disso, as alterações hormonais experimentadas pela mulher durante a gravidez também aumentam o risco de varizes pélvicas ou de outra natureza.

Sintomas

Os sintomas das varizes pélvicas são dor crônica na região e dores durante e depois das relações sexuais. Esse quadro, no entanto, pode fazer suspeitar de diversas condições médicas. Por isso, são necessários alguns exames para confirmar o diagnóstico. Um fator que deixa a confirmação mais próxima é o aparecimento de varizes na vagina e também nas pernas.

Diagnóstico

O primeiro exame para chegar ao diagnóstico das varizes pélvicas é a realização de um ultrassom transvaginal, procedimento que avalia as veias da região pélvica e outras no entorno. Caso sejam constatadas anomalias nas veias, outros exames, como a angiotomografia, auxiliam o médico especialista a determinar os tratamentos mais adequados.

Tratamento

O primeiro tratamento recomendado para varizes pélvicas é a reposição hormonal. Os comprimidos de progesterona reduzem a vascularização na pélvis, bem como diminui a ovulação da mulher. Quando essa terapia não surte efeito, a única alternativa é a cirurgia, que é feita da mesma maneira que para as varizes das pernas.

Foto: © TRAIMAK - Shutterstock.com
Dra. Marta Marnet

CCM Saúde é uma publicação informativa realizada por uma equipe de especialistas de saúde e redatores supervisionados pela Dra. Marta Marnet (número de registro 19741 no Colégio de Médicos de Barcelona, Espanha).

Mais informações sobre a equipe do CCM Saúde

Veja também