Monócitos - Definição


Definição de monócitos

Os monócitos são células que pertencem à família dos glóbulos brancos, na qual eles são, além disso, os representantes de maior tamanho. Como diversas células sanguíneas, os monócitos são fabricadas por um tecido orgânico contido em certos ossos, a medula óssea. O papel dos monócitos é principalmente imunológico. Eles se localizam na circulação sanguínea e permitem a destruição de certos vírus e bactérias.

Os monócitos são os principais atores da fagocitose, primeira etapa da reação imunológica, chamada de resposta imune inata. Ao se transformarem em fagócitos, estas células absorvem os micro-organismos indesejáveis para destruí-los. Uma outra função dos monócitos é, depois do reconhecimento específico de um agressor, tornar conhecido para as outras células a natureza do agressor e promover uma reação de defesa mais específica. Esta fase - segunda e última da reação imunológica - é chamada de resposta imune adaptativa.
Artigo original publicado por DRA. MARNET. Tradução feita por asevere. Última modificação: 1 de dezembro de 2017 às 14:07 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Monócitos - Definição', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Microfisioterapia - Definição
Monócitos altos - Definição