Manchas vermelhas na língua

Quando uma pessoa está saudável sua língua tem a cor vermelho pálido e não é nem muito grossa nem muito fina. A língua reflete o bem-estar dos órgãos internos e a circulação sanguínea. A mudança na aparência geral da língua indica infecção, desnutrição e também pode indicar certas doenças ou problemas.


Causas das manchas vermelhas na língua

As manchas vermelhas na língua são pequenas protuberâncias de sangue. O aparecimento destas manchas vermelhas pode ter várias causas. A causa mais comum é a deficiência de vitamina B. Além disso, a ocorrência pode ser uma reação alérgica contra uma substância ou alergênico externo, como comida, pasta de dente e até mesmo medicamentos. Em terceiro lugar, encontramos causas bacterianas e infecções fúngicas. Em quarto lugar, os grandes pontos vermelhos presentes na parte posterior da língua são causados pela doença de Kawasaki, distúrbio autoimune. Pontos vermelhos às vezes também podem ser verrugas.

Dicas para tratar manchas vermelhas da língua

Mantenha a boca, especialmente a língua, sempre limpa. Escove os dentes e limpe a língua com um limpador de língua pelo menos duas vezes por dia. Enxague a boca com água depois de comer qualquer coisa. Se houver deficiência de vitamina B, aumente sua ingestão. Em caso de suspeita de infecção bacteriana, água salgada pode fornecer alívio rápido. Para isso, misture um copo de água com uma colher de sal e faça gargarejos mantendo a mistura na boca por até dois minutos. Use uma escova de dentes com cerdas macias para escovar os dentes.

Foto: © Antonio Guillem - Shutterstock.com
Artigo original publicado por DRA. MARNET. Tradução feita por Joana.Saude. Última modificação: 6 de abril de 2017 às 09:15 por Natali_CCM.
Este documento, intitulado 'Manchas vermelhas na língua', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Micose na vagina: sintomas e tratamento
Qual o risco de estalar os dedos