Síndrome de Asperger: causas e tratamento

Agosto 2017

A síndrome de Asperger é uma condição que foi descrita pela primeira vez em 1943 por um médico austríaco chamado Hans Asperger, que lhe dá nome. Conheça mais sobre essa síndrome.


O que é a síndrome de Asperger

A síndrome de Asperger é um transtorno do desenvolvimento que é considerado como um dos transtornos do espectro do autismo. O autismo é sentido em três esferas da vida: interação social alterada, comunicação alterada e comportamentos constantemente repetitivos.

Causas da Síndrome de Asperger

As causas da síndrome de Asperger não são completamente compreendidas. No entanto, suspeita-se que um componente genético desempenhe um papel no desenvolvimento da doença, uma vez que a síndrome de Asperger ocorre com frequência em algumas famílias. Além disso, causas neurológicas e bioquímicas podem ser um gatilho em questão.

Características da síndrome de Asperger

A síndrome de Asperger é caracterizada por deficiências no comportamento de interação, falta de empatia, aversão ao contato, problemas com a comunicação não verbal, como expressões faciais ou gestos, aderência rígida aos hábitos e comportamentos, atrasos motores e de pronúncia, e alguns interesses que parecem 'estranhos'.

Teste da síndrome de Asperger

Existe uma série de testes desenvolvidos por especialistas no tema que podem ser aplicados às crianças para tentar identificar a síndrome de Asperger. No entanto, crianças com esta condição são muitas vezes diagnosticadas mais tarde porque o desenvolvimento da linguagem geralmente ocorre sem problemas. A doença, muitas vezes, não é diagnosticada até depois de três anos de idade.

Famosos e síndrome de Asperger

As crianças autistas não necessariamente possuem algum retardo mental. As crianças que sofrem de síndrome de Asperger, muitas vezes, têm habilidades especiais nas áreas de percepção, atenção, memória e inteligência. Recentemente, jornais e revistas do mundo levantaram a hipótese do argentino Lionel Messi, eleito quatro vezes o melhor jogador de futebol do mundo, sofrer da síndrome. Nomes como o compositor Ludwig van Beethoven, o físico Albert Einstein e o criador da Microsoft Bill Gates também são outros sobre os quais já se disse serem portadores da síndrome de Asperger.

Tratamento da síndrome de Asperger

Crianças com síndrome de Asperger necessitam de apoio para mitigar os problemas associados às dificuldades da síndrome e melhorar a qualidade de vida. Um elemento central é o aconselhamento de pais, professores e pessoas que mantêm contato com o portador da síndrome. Os seguintes pontos ajudam as crianças com síndrome de Asperger e fazem parte do conceito de terapia: criação de estruturas claras e permanentes; construção de uma rotina; promoção de contatos sociais cuidadosos e empáticos; realização de uma comunicação inconfundível; evitar ambiguidade ou ironia; criação de refúgios; promoção de reconhecimento de interesse especial; elogios e motivação.

Síndrome de Asperger tem cura

A síndrome de Asperger não tem cura, mas o tratamento feito de maneira adequada, contínua e adaptada às necessidades específicas do portador podem garantir uma qualidade de vida e um desenvolvimento da criança completamente normal.

Foto: © Wavebreak Media Ltd - 123RF.com

Veja também

Artigo original publicado por christelle.b. Tradução feita por Joana.Saude. Última modificação: 13 de junho de 2017 às 11:34 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Síndrome de Asperger: causas e tratamento', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.