Estiramento muscular: causas e prevenção

Junho 2017

O estiramento muscular é uma forma de lesão muscular que se manifesta por um alongamento muscular anormal. Em alguns casos, pequenas fibras musculares podem ser rasgadas. Quando um grupo maior de fibras musculares é afetado, não se fala mais de estiramento, mas de uma distensão ou ruptura do ligamento.


Causas do estiramento muscular

O estiramento ocorre quando o músculo é esticado além de sua capacidade. Ele ocorre durante um esforço físico no início, fim ou durante o exercício. Movimentos bruscos, desequilíbrio, esforço prolongado, fadiga, falta de aquecimento, desidratação ou equipamentos de treinamento inadequados podem causar o estiramento. Os atletas de alto nível ou praticantes regulares de exercícios físicos são as pessoas com maior probabilidade de sofrer estiramento muscular.

Sintomas do estiramento muscular

O estiramento muscular se manifesta principalmente por dor durante ou imediatamente depois do esforço. A pessoa sente uma dor forte, percebida ao palpar o músculo afetado ou quando ele se contrai. A dor também pode ser acompanhada por rigidez e incapacidade funcional. O músculo não incha e o paciente não apresenta equimose, mancha na pele, de coloração vermelha a roxa, que indica extravasamento de sangue. Todos os músculos do corpo podem ser afetados por um estiramento, como virilha, nádegas, isquiotibiais, panturrilhas, braços, costas, abdominais.

Tratamento do estiramento muscular

É recomendado parar a atividade física e aplicar gelo na área afetada por 30 minutos. Pode ser necessário tomar um analgésico para alívio da dor. Em seguida, é aconselhável consultar um médico para que o tipo de lesão e tratamento adequado sejam definidos. Se houver estiramento, o tratamento consiste em esfriar e comprimir o músculo durante vários dias. Deve-se ficar uma ou duas semanas em repouso, sem atividade física. Seu médico também pode prescrever anti-inflamatórios. O estiramento geralmente não causa quaisquer complicações e é curado dentro de alguns dias.

Tempo de recuperação do estiramento muscular

Se o paciente interromper sua atividade assim que sentir o estiramento e iniciar o tratamento rapidamente, o problema pode ser resolvido em poucos dias. Em casos de distensão muscular, o período de recuperação é mais prolongado, podendo chegar a duas ou três semanas.

Prevenção do estiramento muscular

Para evitar o estiramento ou outra lesão muscular, deve-se fazer um aquecimento antes de praticar atividade física. Durante o esforço, recomenda-se hidratação regular. Modificações do treinamento, movimentos técnicos realizados e mudança de equipamento também podem ser necessárias. Em caso de fadiga, é melhor não praticar atividade esportiva intensa.

Foto: © buengza - Shutterstock.com

Veja também

Publicado por Joana.Saude. Última modificação: 12 de abril de 2017 às 09:13 por Pedro.Saude.
Este documento, intitulado 'Estiramento muscular: causas e prevenção', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.