Hemostasia primária - Definição

Abril 2018


Definição de hemostasia primária

A hemostasia primária é a primeira fase do processo de hemóstase, que permite a interrupção de um sangramento. Após a vasoconstrição, que reduz o fluxo sanguíneo, a hemostasia primária começa, seguida da hemostasia secundária. A hemostasia primária é a ação através da qual as plaquetas sanguíneas são recrutadas, aderem à parede da lesão e secretam substâncias para formar uma massa de sangue, chamada de tampão de plaquetas ou trombo branco.

Essa massa é provisória e será substituída por um coágulo quando a coagulação ocorrer durante a fase de hemostasia secundária. A hemostasia primária é estudada pelo tempo de sangramento, que aumenta em caso de algumas doenças. As doenças das plaquetas como trombocitopenia, trombopatias (anomalia do funcionamento) e a doença de Willebrand são as principais doenças da hemostasia primária.

Veja também

Artigo original publicado por asevere. Tradução feita por Jeff. Última modificação: 26 de outubro de 2017 às 15:05 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Hemostasia primária - Definição', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Hemorroidas - Definição
Hemostasia - Definição