O que é imunidade

Imunidade é um termo genérico que designa uma série de mecanismos presentes no organismo humano que têm como função realizar a defesa do corpo contra a invasão de agentes patogênicos, tais como vírus, bactérias e protozoários. Ocorrências comuns e às vezes dolorosas, como a inflamação da garganta ou a formação de pus numa área infectada são na verdade sinais da ação do sistema imunológico tentando restringir a ação de um micro-organismo invasor.


Tipos de imunidade

De maneira geral, existem dois tipos de imunidade: inata e adquirida.

Imunidade inata

A imunidade inata é aquela que o ser humano traz desde o nascimento. Este tipo de imunidade não possui a chamada memória imunológica e sua resposta à invasão de micro-organismos é inespecífica, pois ataca os patógenos de maneira sempre igual, como primeira e mais rápida linha de ação protetora. Há três tipos de componentes da imunidade inata: físico-químicos (pele, mucosas, cílios), celulares (glóbulos brancos ou leucócitos) e humorais (enzimas das secreções, mucosas e sangue).

Imunidade adquirida

A imunidade adquirida, por outro lado, diz respeito às adaptações realizadas pelo organismo para o combate específico de certos patógenos. Neste caso, falamos de memória imunológica, pois os leucócitos - células que compõem este tipo de imunidade - armazenam informações sobre o enfrentamento de um determinado invasor e, assim, melhoram suas chances de controle do micro-organismo em caso de nova invasão. Esta forma de imunidade pode ser adquirida após uma infecção inicial, ou seja, após contrair dengue, o organismo do paciente desenvolve anticorpos específicos para aquela cepa do vírus e não mais sofrerá com ela numa segunda infecção. Além disso, a imunidade pode ser adquirida ao se tomar uma vacina, que insere o patógeno inativado no corpo para que ele desenvolva anticorpos.

O que é imunidade baixa

Fala-se em imunidade baixa - cientificamente chamada imunodeficiência - quando o organismo do paciente está com o sistema imunológico fragilizado. Normalmente, isto ocorre por conta de uma doença crônica ou passageira. A doença mais conhecida que provoca baixa imunológica é a Aids (síndrome da imunodeficiência adquirida). Distúrbios do sono e quadros de depressão também estão nesta lista. Além disso, alguns hábitos de vida, tais como sedentarismo, tabagismo, consumo exagerado de álcool, estresse e má alimentação reduzem as defesas do organismo.

Riscos da imunidade baixa

A redução da imunidade torna o corpo mais suscetível a infecções bacterianas e virais, entre outras. É por conta dessa perda da eficiência do sistema imunológico que a Aids é uma doença grave, pois a baixa imunológica é tão significativa que o paciente fica vulnerável e até infecções hoje de simples tratamento podem levá-lo à morte. Atualmente, o tratamento antirretroviral, ao reduzir a carga viral do HIV, também aumenta a capacidade imunológica do portador de Aids.

Como aumentar a imunidade

Pessoas com imunidade baixa podem aumentar sua imunidade apenas com ações diárias como a prática regular de atividade física e a adoção de uma dieta balanceada. Além disso, a moderação no consumo de álcool e a interrupção do tabagismo também elevam a imunidade. Por fim, alimentos ricos em vitamina C ou suplementos desta substância - que só devem ser usados sob prescrição médica - são importantes aliados na busca por elevar a imunidade.

O que são doenças autoimunes

Doenças autoimunes são condições que desregulam o sistema imunológico fazendo com que ele passe a reconhecer o próprio organismo como invasor e atacá-lo. Existem diversas doenças autoimunes. Entre elas estão lúpus, diabetes tipo 1, tireoidite de Hashimoto e anemia perniciosa.

Para saber mais sobre as doenças autoimunes, veja este artigo.

Foto: © jezper - 123RF.com
Publicado por Pedro.CCM. Última modificação: 26 de abril de 2017 às 14:36 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'O que é imunidade', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Mieloma múltiplo: sintomas e tratamento
Como emagrecer com chá de hibisco