Serotonina - Definição

Abril 2018

A serotonina é um neurotransmissor, ou seja, uma substância que permite a transmissão dos impulsos nervosos entre os neurônios. Ela possui um papel importante na regulação do humor, emotividade, agressividade, comportamentos alimentares e sexuais e o sono. Alguns cientistas estabeleceram uma ligação entre a depressão e a quantidade de serotonina contida nas sinapses. Os medicamentos chamados de inibidores específicos de recaptação da serotonina são ainda utilizados no tratamento contra a depressão.


Sua função é bastante similar à dos hormônios. Ela age no sistema nervoso central induzindo diversas ações que regulam o humor e a emotividade. Age, ainda, sobre o sono, em distúrbios sexuais, comportamentos alimentares, tais como a bulimia, e na agressividade de uma pessoa.

A taxa de serotonina, avaliada em uma amostra de sangue, está geralmente ligada a fatores hereditários. Alguns alimentos potencializam sua ação e aumentam sua concentração, tais como arroz, ovos, peixes, leguminosas, chocolate e banana.
Artigo original publicado por Jeff. Tradução feita por asevere. Última modificação: 9 de fevereiro de 2018 às 18:07 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Serotonina - Definição', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Vírus de Epstein-Barr - Definição
Aids - Definição