Hidrocele testicular: sintomas e tratamento

Faça uma pergunta
A hidrocele testicular é uma doença benigna que se manifesta pelo inchaço do testículo. Na maior parte das vezes, esta condição não representa risco de se transformar em algo mais grave.


Definição de hidrocele testicular

A hidrocele testicular é marcada pela formação de um cisto - acúmulo de fluidos - no interior do testículo. Ele pode afetar um ou ambos os testículos. Esta doença é mais comum em recém-nascidos, bebês até dois anos e adultos acima dos 50 anos.

Causas da hidrocele testicular

As causas da hidrocele testicular são muito diferentes para os casos de bebês e adultos com esta condição. Entre as crianças, a doença em geral é congênita e mais comum em prematuros. Os fetos têm os testículos na região do abdômen. Ao longo do desenvolvimento da gestação, eles descem até chegar ao saco escrotal. O canal que faz essa passagem às vezes demora mais tempo para se fechar e líquidos do abdômen continuam chegando aos testículos, provocando o inchaço.

Já entre adultos o problema costuma estar associado a lesões ou traumatismos na região que provocam um desequilíbrio na proporção de líquidos - que circulam naturalmente pela área - absorvidos pelos testículos. Tumores e doenças sexualmente transmissíveis também elevam o risco de hidrocele em adultos.

Sintomas da hidrocele testicular

O sintoma característico da hidrocele testicular é o aumento do volume do testículo, o que se torna mais fácil de ser notado quando o cisto se forma em apenas um dos testículos. Além disso, em alguns casos onde a inflamação é mais pronunciada, o paciente pode reclamar de leves dores na região afetada. Outros sintomas são muito raros e em geral estão ligados a outras doenças que podem estar associadas à hidrocele.

Diagnóstico de hidrocele testicular

Inicialmente, o médico - urologista ou um pediatra, no caso de crianças - fará um exame físico e questionará o paciente sobre os sintomas apresentados. Para confirmação do diagnóstico e exclusão de outras possibilidades, o especialista deve receitar a realização de exames de sangue e urina, bem como a realização de uma ultrassonografia da região.

Tratamento da hidrocele testicular

Na maior parte dos casos, nas crianças, um acompanhamento clínico é efetuado para observar a evolução do cisto, uma vez que o caráter benigno da lesão tenha sido constatado. O desaparecimento se faz geralmente no primeiro ano, mas, em caso de persistência e de incômodo importante, uma intervenção cirúrgica pode ser realizada, geralmente a partir dos sete anos. A hidrocele do adulto deve ser operada apenas em caso de dor ou desfiguração.

Complicações da hidrocele testicular

Por ter caráter benigno, a hidrocele testicular em si não representa risco e, como visto acima, não exige sequer tratamento específico já que regride por conta própria. No entanto, em alguns casos ela pode estar associada a doenças sexualmente transmissíveis, infecções na região e tumores. Nestes casos, a causa secundária também precisa ser tratada.


Foto: © RAJ CREATIONZS - Shutterstock.com