Pneumonia de hipersensibilidade

Faça uma pergunta

Definição

A pneumonia de hipersensibilidade ou doença do pulmão do agricultor é uma doença que pertence às pneumopatias intersticiais difusas e causadas pela presença de uma inflamação do tecido intersticial, espécie de estrutura do tecido pulmonar. É uma reação alérgica, causada pela inalação de esporos de actinomicetos, presentes principalmente no feno mofado, mas afetando também outros produtores. Outras formas são encontradas nos produtores de fungo ou outros profissionais como os queijeiros, os criadores de aves ou climatizadores. A parada da exposição ao agente causador permite geralmente uma evolução favorável se a doença não for muito evoluída, ,mas a exposição muito prolongada conduz a uma fibrose dos pulmões, responsável por uma insuficiência respiratória crônica, e depois uma insuficiência cardíaca.

Manifestações

os sintomas da doença são os seguintes:
  • Sinais surgindo algumas horas depois da exposição ao alérgenos com tosse seca, podendo causar dificuldades respiratórias, às vezes febre;
  • Após uma exposição prolongada, a doença se torna crônica com a persistência e agravamento progressivo desses sinais:

o Tosse seca de início causado pelo esforço;
o Dificuldades respiratórias, incialmente durante o esforço, e depois para esforços menores e durante o descanso;
o Mais raramente, uma coloração azulada da pele durante o esforço;
o Tosse com sangue em um estágio avançado.

Diagnóstico

o diagnóstico da doença é fortemente suspeito com base no contexto, incluindo o trabalho exercido pelo paciente, ou o contato frequente com os elementos envolvidos. É realizado uma broncoscopia, tipo de exame que utiliza de uma espécie de câmera nas vias respiratórias até os pulmões, permitindo uma análise visual dos pulmões. A amostra de líquido alveolar será estudada e terá por objetivo um aumento da presença dos linfócitos. Uma radiografia do tórax será assim praticada e mostrará pequenas zonas redondas mais escuras nos pulmões. Um scanner poderá confirmar a existência de pequenos nódulos, e às vezes gânglios.

Tratamento

o tratamento da doença é feita pela cessação da exposição ao agente causador da doença. As formas agudas da doença podem curar sem tratamento contrário às formas mais avançadas que requerem às vezes um tratamento á base de cortisona.

Prevenção

para prevenir a doença, é necessário mudar as condições de trabalho nas quais o agricultor exerce. Ás vezes, o uso de uma declaração da doença profissional é indispensável.
Dra. Marta Marnet

CCM Saúde é uma publicação informativa realizada por uma equipe de especialistas de saúde e redatores supervisionados pela Dra. Marta Marnet (número de registro 19741 no Colégio de Médicos de Barcelona, Espanha).

Mais informações sobre a equipe do CCM Saúde