Como cuidar da sua higiene íntima

Tanto homens quanto mulheres devem manter uma higiene genital adequada por duas razões. Em primeiro lugar, para evitar infecção que prejudique a saúde e o bem-estar sexual. Em segundo lugar, por respeito ao seu parceiro sexual. Uma má higiene dos genitais pode inclusive reduzir a libido do parceiro. Saiba nesta dica como fazer uma higiene íntima completa.


Frequência da limpeza dos órgãos genitais

Uma higiene pessoal excessiva é tão prejudicial para a saúde quanto uma higiene insuficiente. Quando os órgãos genitais não são devidamente lavados, corre-se o risco de infecções e outras doenças, com sintomas como odores fortes, coceira e ardência. Por outro lado, fazer uma limpeza excessiva pode perturbar a flora vaginal, que tem a função de defender os órgãos sexuais femininos de infecções por bactérias ou fungos e também causar secura e dor na relação sexual. Em geral, mulheres exageram na higiene íntima e homens fazem limpeza insuficiente dos seus genitais. O ideal é que todos aprendam os hábitos corretos para a limpeza íntima diária na frequência segura e necessária.

Como lavar os genitais masculinos

Os homens pensam pouco na limpeza de seus órgãos genitais. A falta de higiene pode levar ao aparecimento de fungos e bactérias, provocando infecções. Os homens devem lavar seus órgãos genitais diariamente. Durante o banho, pênis circuncidados exigem cuidados específicos e devem ser limpos com água abundante e sabão, prestando especial atenção à glande. É preciso puxar o prepúcio para trás e limpar bem a área, onde normalmente se acumulam secreções. Qualquer secreção estranha deve ser discutida com um médico.

Além disso, deve-se lavar cuidadosamente com água e sabão o resto do corpo do pênis assim como os testículos. Na sequência, deve-se secar a região com uma toalha diferente da que foi usada para secar o restante do corpo. Tenha cuidado com a região da virilha e seque-a bem. Depois de ter relações sexuais com uma mulher durante seu período menstrual, é aconselhável lavar os genitais, pois o sangue é um ambiente favorável para o crescimento de micróbios.

Exame dos testículos

É aconselhável examinar cuidadosamente os testículos ao limpá-los para detectar possíveis anomalias. O câncer de testículos é o mais comum entre homens jovens, mas tem uma taxa de recuperação de 90% se diagnosticado a tempo. O melhor momento para examinar os testículos é após o banho pois a pele do escroto está mais solta. Deve-se passar cada testículo entre o polegar e os dedos, movendo-se suavemente a pele e apalpando toda a superfície para identificar mudanças de textura, tamanho e peso. O epidídimo, massa encaracolada de tubos que armazena o esperma, pode se mostrar mais duro, mas não deve ser confundido com um tumor.

Como lavar os genitais femininos

Ao tomar banho, a mulher deve deixar cair água abundante nos órgãos genitais e lavá-los com água e sabão neutro. A higiene pessoal de uma mulher deve ser limitada à vulva, excluindo o interior da vagina. Nunca use sabão ou qualquer outro produto dentro da vagina. Também não use duchas ginecológicas, porque elas alteram o pH interno e quebram o equilíbrio da flora vaginal (conjunto de bactérias que vivem na região sem causar danos e que ajudam na prevenção de infecções). Ao sair do banho, é muito importante secar bem os genitais, virilha e as dobras das nádegas já que a umidade favorece a proliferação de bactérias e fungos.

Após urinar ou defecar, a forma correta de se limpar é no sentido da vagina para o ânus, isto é, de frente para trás. Isso impede que as bactérias do ânus atinjam a mucosa vaginal e causem uma infecção. Durante a limpeza diária não é aconselhável ensaboar os lábios genitais para evitar a irritação da vulva. Durante a menstruação, recomenda-se tomar banhos regulares. Não devem ser utilizados, sem indicação médica, duchas ou desodorantes vaginais. Não é prejudicial ter relações sexuais durante a menstruação, mas é preferível limpar a área rapidamente após o ato sexual porque o sangue é um ambiente favorável para o desenvolvimento de micróbios.

Exame dos genitais femininos

O exame das regiões genitais é feito por meio da observação do seu estado. A mulher deve ficar atenta a mudanças na coloração e textura da pele da vagina. Além disso, manchas e sinais similares aos de uma alergia também devem ser buscados. Se um desses sintomas surgir, bem como quadros de coceira e irritação da área, é necessário consultar um ginecologista. Ao examinar seus genitais, a mulher também deve procurar sinais de corrimento vaginal anormal, principalmente se ele apresentar coloração branca ou amarelada e caso tenha odor forte.

Foto: © Iurii Sokolov - Shutterstock.com
Artigo original publicado por DRA. MARNET. Tradução feita por Joana.Saude. Última modificação: 13 de abril de 2017 às 10:31 por Natali_CCM.
Este documento, intitulado 'Como cuidar da sua higiene íntima', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Etapas do apoio a vítimas de estupro
Diabetes e problemas de ereção