Abdominoplastia: quando é indicada e como é feita a cirurgia

Abril 2018

A abdominoplastia, também conhecida como dermolipectomia, é um procedimento bastante comum na cirurgia plástica, que consiste na retirada de pele e gordura da região entre o umbigo e o pube, reaproximando os músculos abdominais. Ela pode, ainda, remover cicatrizes e estrias presentes no local.


Quando a abdominoplastia é indicada?

Em geral, a cirurgia é indicada para pessoas que tiveram uma perda significativa de peso, resultado em flacidez e excesso de pele na região do abdômen que dificilmente são combatidos com exercícios físicos e dieta.

Como é feita a cirurgia

Com anestesia geral ou peridural, dependendo da escolha do cirurgião plástico, a abdominoplastia tem início com um corte em forma de semicírculo acima dos pelos pubianos até a linha do umbigo. Depois, a gordura do abdômen é queimada e o excesso de pele, retirado, com a costura dos músculos abdominais. Por último, o cirurgião plástico estica a pele do abdômen superior até a região pubiana, acerta a posição do umbigo e fecha a incisão.

Abdominoplastia e lipo

A abdominoplastia é diferente da lipoaspiração, embora ambas as cirurgias possam se complementar. A dermolipectomia retira o excesso de pele e a flacidez da região abdominal, ao passo que a lipoaspiração elimina a gordura localizada, como os pneuzinhos que são difíceis de combater com exercícios físicos.

Grande parte dos procedimentos de abdominoplastia, aliás, são combinados com a lipoaspiração para que se obtenham resultados melhores, já que uma cirurgia elimina a flacidez e, a outra, extrai a gordura. A decisão depende exclusivamente do cirurgião, já que a combinação das duas cirurgias não traz problemas ao paciente.

Recuperação

O pós-operatório da abdominoplastia pode ser um pouco doloroso para alguns pacientes. Entretanto, o cirurgião poderá prescrever medicamentos para aliviar a dor. Após o procedimento, uma malha cirúrgica deve ser utilizada por cerca de dois meses e seu uso deve ser combinado com uma drenagem linfática manual.


Em relação à retirada dos pontos, eles são absorvidos pelo próprio organismo - exceto na região do umbigo, que pede a retirada dos pontos dez dias após a cirurgia.

Cicatriz

Posicionada na região inferior do abdômen, a cicatriz da abdominoplastia é discreta podendo geralmente pode ser coberta por roupa íntima ou de praia. Entretanto, alguns casos de dermolipectomia pedem variações da técnica, como a abdominoplastia em âncora para casos em que há grande excesso de pele. Nessas situações, a cicatriz fica visível na região do abdômen.

Os riscos da abdominoplastia

A abdominoplastia pode, em alguns casos, gerar acúmulo de líquido na cicatriz, dificultando sua drenagem após o procedimento. O paciente corre, ainda, o risco de ficar com a cicatriz torta ou com excesso de pele, bem como hematomas no abdômen, formação de fibrose (tecido endurecido), infecção da ferida cirúrgica, perda da sensibilidade e trombose ou embolia pulmonar.

Preço

O preço da abdominoplastia varia de acordo com o cirurgião plástico escolhido e sua experiência, porém, em geral, esse tipo de procedimento custa entre R$ 5 e 10 mil, excluindo custos com internação hospitalar. É recomendado, porém, sempre escolher um cirurgião reconhecido e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, bem como verificar sua reputação e cirurgias anteriores.

Abdominoplatia pelo SUS

O Sistema Único de Saúde (SUS) disponibiliza cirurgias plásticas gratuitas a alguns pacientes, como aqueles que foram submetido à cirurgia de redução de estômago e, portanto, ficaram com excesso de pele e flacidez na região devido à grande perda de peso. O intuito desse tipo de procedimento é devolver bem-estar e qualidade de vida às pessoas.

Foto: © Kheng Ho Toh - 123RF.com

Veja também

Publicado por Natali_CCM. Última modificação: 9 de março de 2018 às 14:05 por Bruna.CCM.
Este documento, intitulado 'Abdominoplastia: quando é indicada e como é feita a cirurgia', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Como usar colágeno hidrolisado
Para que serve e como é feito o microagulhamento