Adrenalina - Definição

Faça uma pergunta

Definição de adrenalina

A adrenalina, também denominada epinefrina, é um hormônio liberado pelo sistema nervoso central onde age como neurotransmissor e pelas glândulas suprarrenais, essenciais em caso de estresse. Ela pertence ao grupo das catecolaminas e desencadeia uma série de respostas psicológicas imediatas: aceleração do ritmo cardíaco, aumento da força dos batimentos cardíacos, aumento da pressão arterial, dilatação dos brônquios, entre outros. Seu papel de neurotransmissor lhe permite enviar informações de uma célula nervosa para outra. A adrenalina é igualmente utilizada em algumas condições graves como a parada cardíaca ou o choque anafilático (forma grave de alergia). A adrenalina, sintetizada como medicamento, é utilizada na obstetrícia, para diminuir contrações uterinas e evitar abortos espontâneos, bem como na pneumologia, para tratar ataques de asma.

Foto: © Early Spring - Shutterstock.com
Dra. Marta Marnet

CCM Saúde é uma publicação informativa realizada por uma equipe de especialistas de saúde e redatores supervisionados pela Dra. Marta Marnet (número de registro 19741 no Colégio de Médicos de Barcelona, Espanha).

Mais informações sobre a equipe do CCM Saúde